Publicado por José Geraldo em Editorial, Capa, Atualidade | 31/08/2021 às 16:39:16

EC de setembro: Igreja no lixão

É isso. Igreja no lixão. Não pensei em outro título para escrever este editorial e o título da capa. Não me refiro à Igreja instituição, mas a Igreja Corpo de Cristo em nós. Recebi uma sugestão de pauta no mês passado sobre o tema. Entrevistamos a metodista que coordena o Ministério em Obras. Lá eles/as não levantam uma bandeira denominacional, mas defendem a vida das pessoas que encontram no lixão, em Itaperuna/RJ, o seu meio de sustento familiar.

São mais de cem voluntários e voluntárias que deixam suas denominações e vão, em nome de Jesus, fazer missão. São membros de várias igrejas, entre elas, a Metodista, a Segunda Igreja Batista e Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Um verdadeiro testemunho cristão que mereceu a capa desta edição.

Segundo dados do Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea), são mais de 221 mil pessoas em situação de rua no último ano, mas o número aumentou consideravelmente durante a pandemia.

Entre elas estão aquelas que ficaram desempregadas e os pequenos empreendedores. Enquanto não há emprego suficiente para a população, a Igreja segue seu caminho fazendo a missão acontecer por meio de seus membros.

No mês em que a área nacional lançou a Campanha Nacional para a Oferta Social, nós nos deparamos com situações degradantes em que várias instituições carecem de doações para se manter. É o caso da Escola Metodista O Semeador, localizada no grande ABC Paulista.

A missão pode acontecer ao lado de sua casa ou da sua igreja, no seu bairro ou na sua cidade, mas também pode acontecer bem distante de nós. A UMCOR - United Methodist Committee on Relief (Comissão Metodista Unida de Alívio) é um exemplo disso. Com o terremoto de magnitude 7,2 que abalou o Haiti em 14 de agosto, a organização entrou em ação e já enviou os primeiros recursos para os mais de 12 mil feridos/as. O terremoto, que afetou particularmente as regiões sul e oeste da ilha, deixou mais de 2,2 mil mortos/as. 

Como metodistas, somos fortes, nos identificamos com essa Igreja por ser fundamentada nos pilares da educação, ação social e missionária. Dá para ser um missionário ou missionária de onde estivermos. Às vezes penso que é preciso rever esses pilares que sustentam nossas bases institucionais e abraçar mais as causas humanitárias. A vida deve estar sempre em primeiro lugar. Assim faria Jesus!

Que Deus nos ajude!

Pr. José Geraldo Magalhães
Editor-chefe | Expositor Cristão

Acesse a edição completa pelo link abaixo ou AQUI!

FAÇA O DOWNLOAD DO PDF AQUI!

Ou ao clicar na imagem acima para fazer o dowload em PDF

 


Tags: ministerio-em-obras, igreja-no-lixao, ec-de-setembro