Publicado por José Geraldo Magalhães Jr. em Coluna DNTC, Artigo DNTC | 29/01/2019 às 13:23:48


DNTC: A graça de Deus manifestou-se salvadora para todos/as os/as homens/mulheres


Somos imperfeitos/as de nós mesmos/as e aperfeiçoados/as pela graça e pela obra do Espírito Santo em nós. Hoje vamos falar sobre a imperfeição humana; cada ser humano tem seu modo de ser, agir, pensar e sentir. Mesmo com tanta diferença, precisamos buscar a Deus e sua palavra; apesar das nossas limitações e imperfeições, não devemos usar isso como desculpa para viver pecando.

Todos/as nós precisamos conhecê-Lo mais de perto, em seu mais profundo amor, que é de um Deus perfeito em todos os seus caminhos. Devemos buscar ardentemente ter uma vida de santificação, pois, não sendo assim, não veremos o Senhor nosso Deus. Ele é o escudo para os/as que nEle cofiam e se refugiam. Em João 3.16 nos diz: “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”. Ele decidiu pagar o preço, morrendo na cruz por todos os nossos pecados, somos para ele um lindo presente de Deus.

O Seu amor é incondicional. Sua palavra é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir e para instruir em justiça. Jesus é a exata expressão do amor de Deus, da Sua graça, do Seu perdão. A Bíblia ainda nos diz: “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo”. Jesus governa os povos com justiça; retidão e salvação, tudo é pela graça. A vontade do Pai sempre foi de valorizar as pessoas por ser quem elas realmente são, revelar sua graça e a plenitude do amor eterno. 

/// Equipe DNTC

Publicado na edição de fevereiro de 2019 do Jornal Expositor Cristão impresso.


Tags: dntc, graca