Publicado por Sara de Paula em Metodismo, Notícia, Nacional, Banner | 20/10/2017 às 08:19:34


CARTA EPISCOPAL DE ORIENTAÇÃO À IGREJA METODISTA


Logo_Igreja_Metodista

O Colégio Episcopal, no uso de suas atribuições, conforme o Art. 119 dos Cânones da Igreja Metodista, vem prestar aos irmãos e irmãs, leigos(as) e clérigos(as), as seguintes orientações:

Considerando que é dever do Colégio Episcopal dar orientação à Igreja quanto à doutrina e aos princípios de fé, moral e ética cristãs (Art. 119, inciso 1, dos Cânones);

Considerando que é dever do Colégio Episcopal zelar pela unidade da Igreja Metodista, em todo o território nacional (Art. 119, inciso li, dos Cânones);

Considerando que compete ao(à) Bispo(a) zelar pela unidade de orientação doutrinária e pastoral da Igreja Metodista (Art. 130, inciso Ili, dos Cânones);

Considerando que o(a) pastor(a) deve cumprir e fazer cumprir, na igreja local, os Cânones, as Pastorais do Colégio Episcopal e as decisões dos Concílios, bem como zelar pelo nome, doutrinas e práticas da Igreja Metodista (Art. 60, inciso I, letra l, e inciso li, letra f, dos Cânones);

Considerando que o(a) pastor(a) deve considerar o seu ministério integrado e em harmonia com a tradição e costumes metodistas devidamente estabelecidos nos documentos oficiais e em seus Concílios Gerais ou Regionais (Art. 3. º do Código de Ética Pastoral);

Considerando que o Código de Ética Pastoral, no tocante às relações interdenominacionais, nos lembra que o(a) pastor(a) metodista deve ter consciência de sua identidade cristã e confessional e recusar-se a comparações simplistas com outros modelos de prática missionária ou formas de organização eclesiástica (Código de Ética Pastoral, Art. 26 );

Considerando que o Art. 49, § 4. º, dos Cânones determina que os locais de culto da Igreja Metodista devem ser identificados somente com a logomarca padronizada - a cruz e a chama - e a inscrição Igreja Metodista, com exceção das catedrais oficiais, nas quais pode ser "Catedral Metodista";

Considerando que no Art. 208, § 4. º, não é permitida a construção de qualquer natureza em terreno cuja propriedade não esteja assegurada por escritura lavrada em nome da Associação da Igreja Metodista - AIM;

Informamos que:

Nenhum membro clérigo(a) metodista pode abrir trabalho religioso que não seja em nome da Igreja Metodista, identificado como tal, sem estar em conformidade com as nossas orientações canônicas e sem as devidas autorizações necessárias para tal abertura, definidas por regulamentos e orientações do Colégio Episcopal.

Nenhum membro metodista, leigo(a), pode abrir trabalho religioso que não seja em nome da Igreja Metodista e conflite com os Cânones e Pastorais do Colégio Episcopal.

A abertura e participação de clérigos(as) e leigos(as) metodistas em instituições sociais, organização da sociedade civil, educacionais e teológicas, deve considerar os princípios do Evangelho de Cristo e estar em consonância com as orientações dos Documentos Oficiais da Igreja Metodista.

A inobservância desta orientação implica atitude de indisciplina, requerendo a devida ação disciplinar, conforme orientam nossa legislação e documentos.

Casos devidamente comprovados exigem a imediata correção de rumos, sob a orientação e supervisão do(a) Bispo(a) da respectiva jurisdição do fato e acompanhamento do Colégio Episcopal.

São Paulo, 19 de outubro de 2017.

Registre-se. Cumpra-se

Bispo Luiz Vergilio Batista da Rosa
Presidente do Colégio Episcopal

Bispa Marisa de Freitas Ferreira
Secretária do Colégio Episcopal

Publicado originalmente no site nacional da Igreja Metodista.

Baixe em PDF.

Tags: sem tags no momento!