Publicado por Redação em Notícia, Nacional - 06/09/2017 às 09:17:14

Novas revistas

2017_09_capa_edO Departamento Nacional da Escola Dominical da Igreja Metodista acaba de lançar mais uma série de revistas com um novo e atual tema: A FÉ QUE NOS DESAFIA NA CIDADE. O assunto conversa com o tema escolhido para este ano pelo Colégio Episcopal da Igreja Metodista: Discípulas e discípulos nos caminhos da missão: alcançam as cidades. Confira abaixo os detalhes sobre a temática escolhida para este semestre.

Em Marcha, Cruz de Malta, Flâmula Juvenil

As revistas para adolescentes [Flâmula Juvenil], jovens [Cruz de Malta] e adultos/as [Em Marcha] possuem 23 estudos. Essa edição traz 18 estudos que trabalham o tema “a fé que nos desafia na cidade”. A partir das experiências de mulheres e homens na Bíblia, os estudos contribuem com o fortalecimento da fé e da nossa atuação missionária em meio aos desafios urbanos cotidianos. Jesus nos chama a alcançar as cidades, anunciando seu amor e salvação. Por conta dos 500 anos da Reforma protestante, elaboramos cinco estudos que abordam a história e os pressupostos teológicos desse episódio que deu origem ao movimento protestante no mundo.

Coleção Bem-Te-Vi

A Coleção Bem-Te-Vi trabalha com diferentes publicações que atendem o público de 0 até 13 anos de idade. A nova edição, que tem como tema: Missão – Aventura Possível, apresenta homens e mulheres que foram desafiados/as a ter fé em Deus, cidades que foram alcançadas por aqueles/as que aceitaram a missão de anunciar a palavra de Deus, igrejas comprometidas com a missão e, por último, um estudo em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante.

Redação EC
Publicado originalmente no Expositor Cristão de setembro/2017

Posts relacionados

Notícia, Notícias, por José Geraldo Magalhães Jr.

Igreja Metodista disponibiliza liturgia para celebrar o Dia Internacional da Mulher

alar de mulher é falar de fortalezas, fragilidades, limites, avanços e vulnerabilidades. E é em meio a todos esses dilemas da vida humana e da sociedade, que as mulheres existem e resistem e, de forma especial, são capazes de unir suas forças para adorar, denunciar o pecado, reclamar o direito, cuidar, amparar, sustentar e transformar