Publicado por José Geraldo Magalhães Jr. em Notícias, Metodismo, Atualidade, Missão | 30/09/2019 às 13:08:59


Em tempo e fora de tempo


Sabrina Roberti | Femejo 1ª RE 

Projeto Momento de Deus para Missões levou esperança e amor à Baixada Fluminense. Fotos: Arquivo PMDM

O projeto missionário Momentos de Deus para Missão (PMDM) aconteceu nos dias 23 a 25 de agosto em Nova Iguaçu/RJ, maior município da Baixada Fluminense. Numa programação normal, o projeto sempre ocorre em julho, durante as férias, e este ano seria em Padre Miguel (Vila Vintém), mas por conta da violência e por questões de segurança entendeu-se que adiá-lo e realizá-lo em Jardim Paraíso II seria ainda mais relevante e especial. 

O evento é organizado pela mesa executiva de jovens da 1ª Região Eclesiástica juntamente com toda a juventude da federação de jovens, que se reúnem durante três dias para levar trabalhos missionários, de ação social e global a lugares com algum tipo de carência.

Os trabalhos na comunidade, conhecida pelos/as moradores/as como “Grão Pará”, começaram no sábado, quando os/as participantes se organizaram em grupos na praça principal do bairro, perto da Igreja Metodista de Jardim Paraíso II, para oferecer atendimentos médicos e de beleza, organizar um bazar gratuito, fazer trabalho com as crianças e levar a palavra de salvação orando por cada morador/a e, quando preciso, fazendo apelos. Havia também as equipes que montam e distribuem cestas básicas pela comunidade, tudo feito de uma maneira muito cuidadosa para garantir que as famílias mais necessitadas recebam a doação. 

A igreja ganhou uma nova cara ao receber o projeto. Além das árvores plantadas pelas crianças da comunidade em seu terreno, pintou-se um grande jardim na fachada, em que as folhas são as mãos das próprias crianças. Essa interatividade representa a ligação da comunidade com a igreja, que realiza diversos projetos sociais, educacionais e de lazer para ajudar os/as moradores/as do bairro. 

À noite, todos/as os/as jovens saíram para uma grande passeata, cantando e dançando pelas ruas de Grão Pará. Um carro de som com mensagens de paz, alegria e boas-novas foi usado para alcançar aqueles/as que não participaram durante o dia. Depois da marcha, seguiu-se para um culto e toda a comunidade foi convidada para adorar a Deus e ouvir os testemunhos. 

No domingo, 23, a celebração na igreja continuou, com ar de despedida, mas já satisfeitos/as com todo o trabalho realizado. O bispo da 1ª Região Eclesiástica, Paulo Rangel, pregou sobre a agenda de Deus e a igreja que precisamos ser. Palavras como anseio e sobrenatural deram o tom da pregação e sentido ao que foi vivido naquele lugar. 

A necessidade de um renovo do Espírito Santo na comunidade e o desejo pelas boas-novas do Evangelho da Salvação mostraram que o PMDM 2019 tinha mesmo que passar por Jardim Paraíso II. 

Os frutos dessa plantação, regada com lágrimas, suor e muita esperança, serão vistos no decorrer dos anos, mas uma certeza se tem: de que na agenda de Deus e memória de cada um/a ficará marcado que um “exército roxo” passou fora de tempo por Nova Iguaçu e que o bairro de Grão Pará nunca mais será o mesmo. 

Publicado originalmente na edição de outubro de 2019 do jornal Expositor Cristão 

*Reprodução parcial ou integral deste conteúdo autorizado desde que seja citado a fonte conforme abaixo:

[Nome do repórter], Expositor Cristão (Edição outubro de 2019)


Tags: pmdm, missao, igreja-e-sociedade, femejo