Publicado por José Geraldo Magalhães em Última Edição - 04/07/2022 às 21:21:50

Colégio Episcopal apresenta relatório

Bispo Adonias Pereira do lago lê relatório do Colégio Episcopal. Foto Rodrigo de Brito

Pr. José Geraldo Magalhães

Na noite de segunda-feira, 4 de junho, o Colégio Episcopal apresentou o relatório do quinquênio. O Bispo João Carlos Lopes assumiu a presidência e passou a palavra ao Bispo Adonias Pereira do Lago para a leitura do relatório episcopal que, dentre os destaques, mencionou o contexto político-social, homenagem à bispa Marisa de Freitas Ferreira ao lado de mais dois bispos que faleceram nos últimos dois anos.

"Nós, bispos e bispa do Colégio Episcopal da Igreja Metodista, louvamos e agradecemos ao Senhor nosso Deus pelo excepcional trabalho realizado pela Bispa Marisa de Freitas Ferreira na Igreja Metodista brasileira. No decorrer dos últimos 20 anos, o trabalho da Bispa Marisa como presidente da Região Missionária do Nordeste (REMNE), foi marcado pela dedicação e afeto para com o povo metodista na região e em todo o país", diz trecho do relatório. O relatório também contemplou os bispos emérito e honorário "in memorian" que deixaram a Igreja Metodista nos últimos anos e foi para a pátria celestial: Richard Canfield (1931-2020) e Stanley da Silva Moraes (1948-2021). 

Outros destaques foram o cenário atual o aqual a Igreja está inserida. Neste cenário que já se estabelecia, vimos surgir o coronavírus trazendo a pandemia da COVID19 que se espalhou pelo mundo muito rapidamente, surgiram novas cepas do vírus e uma total mudança no modo de vida a que estávamos acostumados e acostumadas. A pandemia nos lançou ao isolamento social, impediu a reunião coletiva e desarticulou os diversos ativismos aos quais nos agarramos muitas vezes para escapar ao real desafio da vida. O coronavírus roubou milhões de vidas em todo o planeta, e fez endurecer a violência doméstica catapultando as estatísticas de feminicídios, infanticídios e violência sexual".

Também contemplou o contexto político-social. "Nenhuma análise da conjuntura política, social e econômica que se faça, pode ser tomada como definitiva para abarcar todas as nuances desta realidade. Existem múltiplos aspectos para abordar e compreender plenamente a nossa realidade brasileira, neste período eclesiástico nacional. Acreditamos que os desafios para a Igreja Metodista, que busca ser fiel ao Evangelho de Cristo e à sua herança histórica bíblico-doutrinária, é permitir-se, constantemente, confrontar estes seus valores fundamentais com as circunstâncias político-sociais dos tempos que vivemos". 

Expositor Cristão - o veículo oficial da IGreja Metodista também foi contemplado no relatório episcopal. "No caso do Expositor Cristão, consideramos que os prêmios recebidos foram realizações importantes e que continuam a marcar a relevância do veículo. Quando passamos a não publicar em papel devido à dificuldade financeira, a presença nas redes sociais se intensificou com um trabalho de grande qualidade, que não apenas contemplou as notícias, mas também proporcionou um resgate de nossa identidade e história, bem como contribuiu para refletir sobre muitos assuntos de relevância no ambiente virtual. O Expositor mobilizou para causas sociais e foi uma vitrine para diversos projetos importantes da Igreja no período. Tudo isso realizado com parcos recursos financeiros é uma grande conquista e deve ser celebrada", diz trecho do documento.

"Reforçamos o esforço do editor para garantir a permanência do jornal Expositor Cristão neste período, não apenas nas edições, mas ampliando a presença jornalística nas redes sociais por meio de canais diversos e apoio aos demais segmentos ministeriais da Igreja. Apesar disso, sentimos e avaliamos que o jornal neste período perdeu alcance, pois nem todos os leitores e leitoras têm acesso ao online. É necessário aprimorar os processos de comunicação das decisões da Igreja por meio de seu veículo oficial e garantir que ele cumpra seu papel. Lamentamos que a perda da edição impressa trouxe algum prejuízo significativo na jornada. Ressaltamos neste relatório o desejo e expressão de que esta decisão possa ser revista assim que estivermos em momento mais favorável".

Considerações - A presidente da Confederação Metodista de Mulheres, Ivana Garcia Aguiar, solicitou a inserção dos trabalhos das Confederações, Revista Voz Missionária, já que mencionou outras publicações da área nacional. O rev. Edinei Berteli usou a palavra para um acolhimento do relatório com louvor. O bispo presidente, João Carlos Lopes, se dirigiu ao plenário colocando em acolhimento e aprovação por aclamação. Todos os conciliares disseram SIM ao acolhimento do relatório.


Veja também:

Todos os boletins diários do 21º Concílio Geral da Igreja Metodista

 

 


Posts relacionados

Última Edição, por José Geraldo Magalhães

CGCJ emite parecer sobre Recurso 62/2021

Após a votação da proposta, por volta das 20h14, o Pastor Edinei Reolon da 8ª Região Eclesiástica, pediu uma palavra por questao de Ordem solicitando uma revisão da decisão da presidência que necessitaria de 2/3 para aprovação da matéria, já que o bispo que presidia a sessão no momento, José Carlos Peres, não deu como aprovada por não atingir o número necessário de votos. O Bispo solicitou assessoria a CGCJ.