Publicado por José Geraldo Magalhães Jr. em Episcopal | 27/02/2019 às 12:44:08


Colégio Episcopal homenageia Simei Monteiro em primeira reunião do ano


O Colégio Episcopal da Igreja Metodista esteve reunido, entre os dias 19 e 21 de fevereiro, nas dependências da Sede Nacional da instituição, em São Paulo. Entre os assuntos tratados constavam alinhar junto ao Grupo de Trabalho a organização do 21º Concílio Geral, documentos que estão sendo revisados e redigidos para Pastoral da Sexua­lidade e Discipulado, relações com igrejas do exterior, exame da Ordem Presbiteral, além de uma homenagem prestada à missionária Simei Monteiro – especialista em hinologia. Simei recebeu a placa pelos relevantes serviços prestados à missão de Deus na Igreja Metodista.

A Placa foi entregue pelo Bispo João Carlos Lopes, em nome do Colégio Episcopal. Após a devocional, Simei concedeu uma entrevista ao Expositor Cristão, que você confere na íntegra em nosso site. 
O colegiado recebeu representantes da Rede Metodista de Educação e a Secretária para a Vida e Missão da Igreja, Pastora Joana D'Arc Meireles. Os bispos e as bispas ainda acolheram o editor nacional do no Cenáculo, Bispo Emérito Adriel de Souza Maia, e o supervisor do Escritório Regional do Upper Room (no Cenáculo) para América Latina e Caribe, Pastor Luis de Souza Cardoso.

Também foi definida a representação da Igreja Metodista em eventos externos, por exemplo, a Conferência Anual da Grã-Bretanha, que acontecerá entre os dias 27 de junho a 4 de julho; Assembleia Geral da ACMEB, em Brasília, nos dias 28 e 29 de março; encontro de Lideranças no evento da Aliança Cristã Evangélica, nos dias 26 a 28 de março, entre outros. 

Devocional 
A equipe de trabalho da Sede Nacional, que se reúne todas as quartas-feiras pela manhã para um tempo de devocional, teve o privilégio de ouvir a Bispa Hideide Brito Torres, que comentou sobre a narrativa de Gênesis. “Depois que Deus viu que havia tanta coisa para ser cuidada, Ele resolve estabelecer os mordomos para cuidar desse jardim”. A bispa compartilhou também algumas experiências com jardinagem. “É o jardineiro que dá o tom. É ele que sabe o que plantar em cada ocasião para poder contemplar o ano inteiro. O jardim é fruto, mas também é sonho. Ele nasce no coração do jardineiro. Precisamos redescobrir o encantamento”, disse a bispa, reforçando a temática do meio ambiente como parte de nossos sonhos que precisam ir além de nós. 

Fonte: Jornal Expositor Cristão - edição de março/2019

 

 

 


Tags: sem tags no momento!