Publicado por Redação em Última Edição - 06/07/2022 às 23:57:49

Plano Nacional Missionário é harmonizado com sugestões de delegações é aprovado pelo #21CG

Grupo de trabalho apresenta harmonização do Plano Nacional Missionário | Foto: Rodrigo de Britos 

Sara de Paula

O Grupo de Trabalho para o Plano Nacional Missionário (PNM), trabalhou para harmonizar as considerações recebidas por cada delegação, e apresentou as sugestões de alterações ao 21º Concílio Geral da Igreja Metodista, na noite do dia 6. O GT projetou as sugestões que acolhiam os apontamentos, destacando os trechos que sofriam alguma mudança para entendimento da plenária.

As alterações realizavam mudanças de pequenas, mas importantes palavras, como mudar o trecho “O nascimento e a morte de Jesus foram eventos”, para “O nascimento, morte e ressurreição de Jesus foram eventos”, como também alterações maiores para refletir os desafios atuais da Igreja.

Uma das inclusões foi a descrição do quadrilátero wesleyano mencionado no texto do PNM: criação, tradição, razão e experiência.

Foi sugerido também alterações no texto que trata dos Desafios contemporâneos. Onde o documento traz Meio Ambiente, agora se propôs a inclusão do texto “e sustentabilidade”. Entre as sugestões das delegações pedia que onde o plano falava do Desafio Urbano, se incluísse também a realidade do “inchaço das cidades”.

Uma outra inclusão que leva em consideração as mudanças no mundo, foi a solicitação do ponto “Correntes migratórias”, entre as questões para as quais a Igreja é desafiada a olhar. Outros acréscimos nos desafios fora a Inclusão dos termos “povos indígenas, ribeirinhos e outros” no ponto que trazia apenas “Tribos urbanas” anteriormente, e a inclusão de desafios como “novas formas de Igrejas e fortalecimento da identidade Metodista” e “envelhecimento da população”.

Onde o plano destacava a importância da Proteção e promoção da mulher, a sugestão foi que se ampliasse o texto para acolher “crianças, adolescentes, idosos e deficientes”, além de manter a palavra “mulheres” no texto.

O Grupo chamou a atenção para a inclusão do texto “Executar o Programa Nacional Antirracismo”, um documento que vem sendo frequentemente impulsionado e divulgado pela Pastoral Nacional de Combate ao Racismo da Igreja Metodista.

Foram sugeridos ainda acréscimos para os Desafios da Igreja, como a “Consciência e Critério na abertura de novos pontos missionários / congregações / igrejas”, e “Promoção e Preservação do modelo bíblico da família e sociedade na perspectiva da Santidade e Moral Bíblicas”.

Segundo o GT, as delegações solicitaram que a conclusão tivesse uma atenção especial. “Nós temos o pedido das delegações que essa conclusão seja [...] melhor embasada, traga um apelo, um fechamento realmente para o documento”.

O Bispo Adonias agradeceu os esforços do grupo. “Queremos agradecer o trabalho de vocês. Com certeza cada um de nós tem um plano no coração. E quando a gente lê um plano que já está um tanto quanto alinhado, a nossa vontade de inserir muita coisa e de tirar muita coisa, e eu agradeço e agradecemos a fidelidade ao Plano original e os acréscimos das delegações”, lembrando na sequência que o Plano e a Igreja têm muito o que melhorar, e além do plano, “nós como Igreja temos muito que melhorar e vamos melhorar, em nome de Jesus e com a graça de Deus”.

Uma sugestão feita pelo Pastor Paulo Roberto Garcia, e acolhida pela presidência, foi de que a sugestão para que se considerasse ao longo do quinquênio trabalhar as ricas sugestões das delegações, para que não se perdessem. 

A harmonização do Plano Nacional Missionário foi aprovada pelo 21º Concílio Geral, e você confere todas as alterações na edição de julho do Jornal Expositor Cristão. 

Sobre o PNM

O Plano Nacional Missionário (PNM) orienta a ação da Igreja Metodista no território nacional. Ele contém as bases bíblicas, ênfases doutrinárias e as prioridades da sua ação missionária, em cada área de vida e trabalho apontada pelo Plano para a Vida e a Missão da Igreja (PVMI).

Grupo de Trabalho para harmonização do Plano Nacional Missionário

Alexander Mendes Cunha, 4ªRE
Bruno de Oliveira Sahb, 8ªRE
Emanoel da Silva Bezerra, Remne
João Coimbra Filho, Rema
José do Carmo da Silva, 5ªRE
Clemir José Chagas, 2ªRE
Silvana Domingues de Almeida Chagas, 6ªRE
Thiago Bernardo Pereira, 1ªRE
Tiago de Almeida Valentim, 3ªRE
Vera Lúcia Moreira Ramos Lima, 7ªRE


Posts relacionados

Notícias, Última Edição, por Redação

Inicia o 21º Concílio Geral da Igreja Metodista

Com a leitura do livro do Profeta Isaías 12.2, o Presidente do Colégio Episcopal, Bispo Luiz Vergílio Batista da Rosa, deu início a sessão online do 21º Concílio da Igreja Metodista, nas dependências da universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo do Campo.