Publicado por José Geraldo Magalhães em Conscientização - 13/04/2021 às 21:26:08

Nota oficial da Igreja Metodista sobre as Instituições de Ensino

(Clique aqui para baixar em PDF)
Nós, membros da Cogeam (Coordenação Geral de Ação Missionária) e Colégio Episcopal da Igreja Metodista, estamos cientes de que a Educação Metodista entrou, no último dia 09, com uma cautelar cujo objetivo é elaborar um plano de recuperação que viabilize a manutenção das atividades acadêmicas das instituições.
Desde 2015, a crise educacional - que já vinha sendo enfrentada - se aprofundou. A pandemia acabou por amplificar os desafios institucionais e isso tornou o momento crucial para a subsistência das instituições metodistas de educação.


A educação é parte da missão e da visão da Igreja Metodista desde sua origem. É parte de nossa identidade cristã a firmeza em honrar compromissos. Tem sido doloroso para toda a comunidade metodista o fato de que esta crise já há tempo impede as escolas de operar em sua plenitude.


Por isso, compreendemos ser vital o atendimento aos alunos e alunas. Igualmente, é fundamental saldar o passivo existente, e manter em dia os salários de todos e todas que atuam em nossas instituições, e o pagamento aos fornecedores de toda ordem. Tanto, não apenas por ser o que deve ser feito, mas também por ser o que se urge fazer, como testemunho de cristãos e cristãs. Cremos que isto é um valor espiritual que gera impacto positivo no âmbito econômico e social.


Porém, a viabilização e recuperação judicial das nossas escolas precisam acontecer com a ajuda dos devidos mecanismos legais, com o propósito de preservar não apenas as instituições em si, mas as comunidades nas quais se inserem, o acervo de que dispõem, as milhares de famílias que delas dependem para seu pão diário, bem como os credores.


A Igreja Metodista entende, como mantenedora, que é parte deste processo atuar exaustivamente para que possa se reposicionar e continuar com a missão de colaborar com a transformação individual e social no país. Por esta razão é que tal medida está sendo tomada.


Esperamos, dada a gravidade do momento, que nossos esforços encontrem contrapartida na justiça. Que os próximos tempos sejam de recomeço, de ajustes, de correção de todos os rumos e medidas que se fizerem ainda necessários.


Oramos e contamos com as orações para que Deus nos ilumine, impulsione, oriente, capacite e aprimore, para que tudo quanto fizermos possa prosperar neste sentido, porque o bem-estar institucional é o bem-estar de cada pessoa que estuda, trabalha e vivencia cada escola metodista em nosso país.


São Paulo, 13 de Abril de 2021.

Igreja Metodista
Cogeam – Coordenação Geral de Ação Missionária Colégio Episcopal da Igreja Metodista


Tags: cogeam, nota, colegio-episcopal, instituicoes-de-ensino, recuperacao-judicial


Posts relacionados

Notícias, Igreja e Sociedade, Política, Conscientização, Direitos Humanos, por José Geraldo Magalhães

Metodistas investem tempo e dinheiro em Comunidade Terapêutica

Benedito Galvão de França Neto tem 74 anos. Formação? Agronomia e membro da Igreja Metodista em São José dos Campos (IMSJC), no interior de São Paulo. Ele visitou o projeto Comunidade Terapêutica Boas Novas no dia 17 de fevereiro de 2017. Como ele mesmo afirma: “está registrado no diário”.

Notícias, Atualidade, Conscientização, Direitos Humanos, por José Geraldo Magalhães Jr.

Setembro amarelo, mês de prevenção do suicídio

Setembro é o mês mundial de prevenção do suicídio, chamado também de Setembro Amarelo. O assunto, que já foi um tabu muito maior, ainda enfrenta grandes dificuldades na identificação de sinais, oferta e busca por ajuda, justamente pelos preconceitos e falta de informação.

Notícias, Notícia, Igreja e Sociedade, Atualidade, Conscientização, Missão, por José Geraldo Magalhães Jr.

Presidenta da Diaconia assina Termo de Convênio do Projeto Algodão em Sergipe

A Presidenta da Diaconia, Pastora Joana D'Arc Meireles, assinou hoje pela manhã, 12, no Campus Sertão da Universidade Federal de Sergipe (UFS), localizado no município de Nossa Senhora da Glória, Alto Sertão Sergipano