Publicado por José Geraldo em Liderança | 29/11/2019 às 17:42:53


Colégio Episcopal escreve carta às Igrejas Metodistas


CE 046-2019

Porto Alegre, 29 de novembro de 2019.

Graça e Paz!               

O Colégio Episcopal da Igreja Metodista informa, a todos os irmãos e irmãs metodistas em terras brasileiras, que, juntamente com a COGEAM, vem tomando as providências possíveis em face do difícil momento financeiro em que nos encontramos.

Recentemente, um “desabafo” do bispo Fábio Cosme da Silva, da REMA, feito em caráter íntimo ao colegiado episcopal, terminou nas redes sociais, gerando questionamentos e solicitação de esclarecimentos por parte de nossos membros.

Desta feita, esclarecemos que as Regiões Missionárias do Norte e Nordeste são sustentadas por cotas missionárias enviadas pelas Regiões Eclesiásticas e pela Sede Nacional, bem como por recursos próprios de suas igrejas locais.

Por sua vez, parte dos recursos que a Sede Nacional, investe para o sustento das Regiões Missionárias provém do aluguel pago pelas Instituições de educação como inquilinas dos imóveis da AIM.

Ocorre que tanto as Regiões quanto a Sede passam por dificuldade financeira, ocasionando atrasos e dificuldades nos repasses.

Até o primeiro semestre de 2019, a Sede Nacional suportou, com recursos próprios, os valores devidos pelas Regiões inadimplentes, sem que houvesse prejuízo para REMA e REMNE.

Porém, com o constante atraso dos aluguéis, valores não pagos na sua integralidade e inadimplência de algumas Regiões, os recursos esgotaram-se.

Vale esclarecer, ainda, que as cotas de participação missionária regionais são destinadas ao pagamento de obreiras e obreiros aposentados, pensionistas, bispos eméritos e subsídio do bispo e da bispa das Regiões Missionárias, além do sustento missionário nessas Regiões.

O Colégio Episcopal está trabalhando no sentido de que as Regiões em atraso possam regularizar o envio das cotas e buscando meios para que a Sede Nacional consiga recuperar os recursos a ela devidos com brevidade.

Precisamos do apoio dos pastores e pastoras e das lideranças locais no sentido de que as cotas para suas respectivas sedes regionais sejam enviadas pontualmente, pois é ali onde tudo começa. Quanto às demais instâncias, a COGEAM tem administrado na sua esfera de ação e esperamos que bons prognósticos se avizinhem de nós mais rapidamente.

Oração, trabalho firme, foco nas Escrituras e fidelidade são as chaves espirituais com que Deus nos permitirá abrir as portas de tempos melhores e mais fecundos para nossas igrejas, Regiões e demais instâncias. Na expectativa de boas notícias, voltaremos a nos reportar a vocês.

Rogamos a Deus sabedoria, força e recursos.

Bispo Luiz Vergílio Batista da Rosa

Presidente do Colégio Episcopal

LEIA EM PDF AGORA!

 


Tags: colegio-episcopal