Publicado por Sara de Paula em Metodismo, Notícia, Vídeo, Nacional, 20º Concílio Geral, Multimídia | 03/07/2016 às 22:27:06


Cogeam acolhe Granberyenses no 20º Concilio Geral


gran Chegada da comunidade granbeyrense no IMForM



Representantes do Instituto Metodista Granbery foram acolhidos pela Coordenação Geral de Ação Missionária (Cogeam), na Escola de Missões, em Teresópolis/RJ, na tarde de hoje (3). O motivo que levou 78 pessoas a saírem de Juiz de Fora/MG, até o local do 20º Concílio Geral, foram as diversas demissões que estão ocorrendo na instituição desde março desse ano.

Flávia Halfeld, a tetra neta do fundador de Juiz de Fora, esteve na caravana e mencionou a importância da instituição para a cidade. “Sempre acompanhei a trajetória do Granbery e nunca presenciei uma crise ética que estamos passando por causa da Rede Metodista de Educação. A instituição é tão importante para a cidade que tem um bairro com o nome Granbery. Os funcionários estão com medo de serem demitidos”, disse Flavia.

Outra pessoa que reivindicou foi o Davi Nogueira. “Se tem um planejamento estratégico ele está falho porque todos nós, alunos e alunas, fomos comprometidos no final de semestre”.

Todas as pessoas foram ouvidas durante o encontro em um clima de passividade. O grupo desejou ainda, uma participação, com direito a voz, quando o Diretor Geral da Rede Metodista de Educação for ler o relatório durante o Concilio.

granbandeira
Foto enviada por Anesley Gonçalves, da comunidade granbeyrense



O vice-presidente da Cogeam, Eric de Oliveira Santos, explicou os trâmites conciliares. “Nós acolhemos tudo que vocês falaram aqui e buscaremos a conversar sobre as demandas apresentadas com os outros representantes da Cogeam ainda hoje, que irão fazer os encaminhamentos”, disse.

O Diretor Geral da Rede Metodista de Educação, Robson Ramos de Aguiar, conversou com o Expositor e explicou a versão da Rede. A manifestação em Juiz de Fora foi pacifica, mas algumas pessoas passaram do limite. Quem chamou a polícia foi a pastoral do Granbery”, disse relatando sobre o episódio onde o Diretor do Granbery, Whalker Soares, saiu escoltado pela Policia Militar durante manifestações na semana passada.

Segundo o Robson, apenas uma reivindicação não foi atendida. “De reintegrar os funcionários demitidos nos últimos quatro ou cinco meses, mesmo assim, dissemos que iriamos repassar a reivindicação para os órgãos superiores (Cogeime e Consad) que vão avaliar e analisar o caso, para ver se as reivindicações seriam atendidas”, finalizou.

Eric de Oliveira Santos, vice-presidente da Cogeam, tranquilizou os Granberyenses. “Nós vamos convocar a Assembleia de forma extraordinária, colocar cada uma das reivindicações que foram apresentadas aqui para confrontar com o relato que vocês fizeram. Vamos tomar as medidas que precisam ser tomadas”.

A situação será repassada ao 20ºConcilio Geral no decorrer do conclave. A 4ª Região Eclesiástica, que compreende os Estados de Minas Gerais e Espirito Santo, têm 28 representantes, sendo 14 clérigos e 14 leigos, que poderão falar em nome da Instituição. O ex-funcionário, Sidney Carvalho, demitido na semana passada é um deles.

A funcionária da casa a 19 anos, Liliana Barreiros, depositou confiança nas lideranças metodistas. Não sejamos intransigentes com eles, assim como não queremos que a Rede faça o que estão fazendo conosco. Vamos dar um voto de confiança, já que ele se prontificou a introduzir esse assunto no Concílio. Os senhores irão nos representar”, finalizou.

A Igreja Metodista vai se pronunciar oficialmente até amanhã pela manhã. Acompanhe a publicação da nota pelo site Expositor Cristão.

Escrito por José Geraldo Magalhães
Editor-chefe do Jornal Expositor Cristão

Assista também a reportagem em vídeo!


Tags: sem tags no momento!