Publicado por José Geraldo Magalhães em Última Edição - 09/07/2022 às 11:24:51

21CG aprova critérios para eleição de Coream e Cogeam

Foto: Rodrigo de Britos

Pr José Geraldo Magalhães

O plenário aprovou no dia 9 de julho a proposta da Remne (IV-REMNE-06/16/017) que trata da eleição da Coordenação Regional de Ação Missionária (Coream) e Coordenação Geral de Ação Missionária (Cogeam). A proposta aponta que possa ter até seis membros leigos/as e até cinco presbíteros/as que atuarão efetivamente nos dois colegiados, tendo três suplentes leigos/as e três clérigos/as. O pastor Ewander Macêdo, resguardou que, não tenha nesses colegiados pessoas descomprometidas com a igreja. "Os membros leigos/as devem ter obrigatoriamente mais de cinco anos, ininterruptos, como membro da Igreja Metodista e o adendo da Clam local que esse membro tenha fidelidade na Igreja e contribuição nos dízimos e ofertas", disse. Após vários debates, o adendo ficou sobre a mesa e, posterioemente, retirado. 


Resumo das propostas

IV-REMNE-06/16/017: Eleição da COREAM e da COGEAM

"Proponho que seja estabelecido como critério para membro leigo/a candidatar-se à membro da COREAM e/ou COGEAM, que o/a mesmo/a tenha obrigatoriamente mais de cinco anos, ininterruptos, como membro da Igreja Metodista. No Art.85, item XI, a) está escrito: “para compor a Coordenação Regional de Ação Missionária (COREAM): até seis (6) membros leigos/as e até cinco (5) membros presbíteros, efetivos e três (3) membros leigos, três (3) membros presbíteros para a suplência, nesta proporção e quando necessário. (CG 2016). Propomos acrescentar ao texto: Os membros leigos/as devem ter obrigatoriamente mais de cinco anos, ininterruptos, como membro da Igreja Metodista. No Art. 141, IIIA está escrito: “um (1) leigo ou leiga representante de cada Região Eclesiástica e de cada Região Missionária. (CG 2016)”. Propomos acrescentar ao texto: Os membros leigos/as devem ter obrigatoriamente mais de cinco anos, ininterruptos, como membro da Igreja Metodista.

Tema: Critério para candidato/a a membro da COREAM e da COGEAM

Proposta: Proponho que seja estabelecido como critério para membro leigo/a candidatar-se à membro da COREAM e/ou COGEAM, que o/a mesmo/a tenha obrigatoriamente mais de cinco anos, ininterruptos, como membro da Igreja Metodista. No Art.85, item XI, a) está escrito: “para compor a Coordenação Regional de Ação Missionária (COREAM): até seis (6) membros leigos/as e até cinco (5) membros presbíteros, efetivos e três (3) membros leigos, três (3) membros presbíteros para a suplência, nesta proporção e quando necessário. (CG 2016). Propomos acrescentar ao texto: Os membros leigos/as devem ter obrigatoriamente mais de cinco anos, ininterruptos, como membro da Igreja Metodista. No Art. 141, III A está escrito: “um (1) leigo ou leiga representante de cada Região Eclesiástica e de cada Região Missionária. (CG 2016)”. Propomos acrescentar ao texto: Os membros leigos/as devem ter obrigatoriamente mais de cinco anos, ininterruptos, como membro da Igreja Metodista

Justificativa: Tendo em vista que: As competências da COREAM e COGEAM, exigem que seus membros tenham firmeza doutrinária, segundo os padrões da Igreja Metodista e conhecimento da estrutura e forma de ser próprios da Igreja Metodista.


Veja também:

Todos os boletins diários do 21º Concílio Geral da Igreja Metodista


Posts relacionados

Última Edição, por José Geraldo Magalhães

CGCJ emite parecer sobre Recurso 62/2021

Após a votação da proposta, por volta das 20h14, o Pastor Edinei Reolon da 8ª Região Eclesiástica, pediu uma palavra por questao de Ordem solicitando uma revisão da decisão da presidência que necessitaria de 2/3 para aprovação da matéria, já que o bispo que presidia a sessão no momento, José Carlos Peres, não deu como aprovada por não atingir o número necessário de votos. O Bispo solicitou assessoria a CGCJ.

Última Edição, Notícias, por José Geraldo Magalhães

21º Concílio Geral aprova proposta para sessão presencial

No início da sessão online do 21º Concílio Geral (CG) no período da tarde de hoje (11), foi lido por Algacyr Júnior da 8ª Região, as considerações da proposta da Cogeam e Colégio Episcopal para que a segunda e as demais sessões da reunião do 21º CG sejam realizados nos dias 3 a 10 de julho de 2022 e que os mandatos atualmente vigentes, sejam prorrogados até 31 de dezembro do mesmo ano.

Notícias, Última Edição, por Redação

Transmissão de sessão online do 21ºCG é suspensa por decisão da maioria

O conclave está sendo transmitido online pelo canal no youtube da Igreja Metodista e a cobertura está sendo realizada pelo jornal Expositor Cristão. Contando com a equipe de infraestrutura e técnica da Universidade Metodista de São Paulo, apoio da 3ª Região e comunicação da área nacional, são 16 pessoas que estão dando suporte para que o evento seja transmitido e noticiado da melhor forma possível. Agora a tarde, a transmissão foi suspensa por decisão da mesa.