Publicado por Sara de Paula em Notícia, Nacional, Banner, Eventos | 30/10/2017 às 09:25:33


Sede Nacional recebe presidentes das Igrejas Evangélicas Históricas do Brasil


2017_10_igrejashistoricas
A reunião aconteceu na capela da Sede Nacional - Rodrigo de Britos



Presidentes das Igrejas Evangélicas Históricas do Brasil se encontraram na Sede Nacional, em São Paulo, no dia 3 de outubro. A abertura do encontro foi realizada pelo secretário executivo do Colégio Episcopal, Bispo Honorário Stanley da Silva Moraes, que compartilhou a proposta inicial da reunião, que era tratar de assuntos administrativos e missionários comuns entre as igrejas representadas.

Desde o ano de 2009, quando começaram os encontros do grupo, as ideias evoluíram para um espaço de debate para outros temas da sociedade, que pedia um posicionamento das organizações. “Os tempos são difíceis e a gente precisa conversar”, afirmou o pastor Áureo Oliveira, presidente da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil. Ele relembrou a repercussão dos documentos oficiais sobre a corrupção, entre outros, emitidos pelo grupo no final do ano passado, que podem ser lidos no site do Jornal Expositor Cristão. Os textos geraram grande repercussão na mídia. “É o fruto da polarização que nós vivemos nesse país”, explicou Áureo.

O presidente do Colégio Episcopal, Bispo Luiz Vergílio Batista da Rosa, participou pela primeira vez de um encontro com o grupo. A Igreja Metodista Livre foi representada pelo presidente Bispo Ildo Mello. O encontro contou também com a presença do Pastor Silas Tostes, presidente da Aliança Cristã Evangélica Brasileira; Pastor Márcio Leal e Pastor Marcos Moura, representando a União das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil; Anita Wright, moderadora da Igreja Presbiteriana Unida (IPU); e os doutores Jean Marques Regina, Felipe Augusto e Oziel Santana, representando a Associação Nacional de Juristas Evangélicos (ANAJURE).

Organização

As Igrejas Evangélicas Históricas formam um grupo não institucionalizado, e a vantagem disso, segundo os/as participantes da reunião, é a criação de um espaço com liberdade para conversar, discutir assuntos e provocar debates necessários hoje. O Bispo Stanley Moraes aproveitou a oportunidade para explicar a maneira informal como o grupo aberto funciona, concedendo espaço para organizações interessadas em participar desses debates. “Nós precisaríamos, enquanto seguimento, discernir para onde vamos, porque é isso que vai nos juntar e dar coesão na nossa relação”, afirmou o Bispo.

Os álbuns de fotos completos das reuniões que aconteceram na Sede Nacional você confere no site do Expositor Cristão.

Redação EC
Publicado originalmente no Expositor Cristão de novembro/2017

Tags: sem tags no momento!