Publicado por José Geraldo em Notícias, Liderança, Capacitação, Internacional, Missão | 02/04/2019 às 14:29:27


Metodista participa de treinamento da Onu


img-9064-002-456-800x568.jpg

O treinamento “Alcançando a justiça racial através dos mecanismos de Direitos Humanos da ONU”, promovido pelo Conselho Mundial de Igrejas (CMI), de 26 a 28 de março, contou com informações sobre a mobilização de metodistas brasileiros/as na busca pela igualdade racial. O evento aconteceu em Genebra, na Suíça. 

A Igreja Metodista brasileira foi representada pela Pastora Joana D’Arc Meireles, secretária para vida e missão da organização. O foco de sua apresentação para representantes de igrejas e organizações vindos de diversos países foi o racismo estrutural instaurado no Brasil e na América Latina, problema enfrentado pelos/as metodistas através de pastorais, documentos e ações em todas as áreas da Igreja. “No contexto latino-americano, as primeiras décadas do século XX foram determinantes para a instauração de políticas de apagamento da população afro-indígena em vários territórios”, afirmava a apresentação.

O CMI afirmou no convite feito às lideranças que a injustiça racial, a discriminação e a xenofobia são prejudiciais para indivíduos, comunidades, sociedades, estados. Alcançar a justiça racial destacando a vida e a dignidade das vítimas tem sido uma dimensão central do legado do CMI desde a sua criação, e é essencial para a construção de sociedades justas e pacíficas em todo o mundo. O Programa do CMI de Combate ao Racismo é um exemplo concreto de mobilização ecumênica que pode desempenhar um papel crucial na obtenção de mudanças significativas.
A campanha Quinta-Feira De Preto foi promovida durante o encontro. Na foto, a pastora Joana D’Arc usa a camiseta produzida pela Confederação Metodista de Mulheres para a campanha, ao lado de representações do CMI. Durante o mês de março, em apoio ao Dia Internacional da Mulher, a Igreja Metodista divulgou mais um vídeo, que conta com a divulgação de dados da violência contra a mulher no Brasil e tem a participação das Bispas Marisa Ferreira de Freitas e Hideide Brito Torres, além de membros das Confederações de Mulheres e Jovens. Saiba mais sobre as mobilizações da campanha na página 13.

A liderança do Comitê Central do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) também se reuniu nos dias 27 e 28 de março no Centro Ecumênico de Genebra. O principal tópico de discussão foi a 11ª Assembleia, a ser realizada em Karlsruhe, Alemanha, de 8 a 16 de setembro de 2021. “O amor de Cristo leva o mundo à reconciliação e unidade” será o tema usado no desenvolvimento de programas e outros preparativos.

fonte: Jornal Expositor Cristão - edição de abril/2019


Tags: sem tags no momento!