Publicado por Sara de Paula em Notícias | 02/02/2018 às 15:10:59


Colégio Episcopal terá nova secretária executiva


2018-02-giselma-797-800x568.jpg

O Colégio Episcopal da Igreja Metodista decidiu nomear a Revda. Giselma de Souza Almeida Matos, presbítera na 1ª Região Eclesiástica, como secretária executiva do Colégio Episcopal. Ela irá assumir o cargo a partir do dia 1º de fevereiro de 2018. O Bispo Stanley da Silva Moraes, que se aposentou no 43º Concílio Geral da 2ª Região Eclesiástica, em novembro de 2017, fará a transição com a nova secretária até o dia 30 de junho de 2018. 

“É muito difícil assumir uma função a qual o Bispo Stanley, que tem todo o conhecimento da vida da Igreja, desenvolveu de forma muito eficaz, mas eu estou disposta a isso. É uma honra ocupar esse espaço na vida da Igreja. É um sentimento de responsabilidade de fazer o melhor possível”, disse a Pastora Giselma.

A nova secretária episcopal atua no ministério pastoral desde 1985. Já ocupou vários cargos de liderança local, distrital, regional e nacional. Um dos últimos cargos ocupados na área nacional foi de ser membro eleita para a Coordenação Geral de Ação Missionária (Cogeam), o que ela considera ser um privilégio.

“Na Cogeam a gente consegue ver a Igreja em âmbito nacional. Os/as que passam por esse colegiado tem um olhar diferente da Igreja. São pessoas que têm uma história viva na vida da Igreja, e isso tem uma contribuição muito grande em nossa vida”, disse.

De acordo ainda com a pastora, quase 40 anos de trabalho na Igreja local e a mudança geram muita expectativa. “Minha expectativa é que seja um momento promissor de integração, comunhão e respeito. Lógico que temos uma expectativa de mudança de trabalho porque estou há 37 anos na Igreja local e agora vou exercer meu ministério em outro momento. Estarei disponível para executar aquilo que me couber”, finalizou.

Dedicação

O 43º Concílio Regional da 2ª Região Eclesiástica foi testemunha da vida de piedade e dedicação do Bispo Honorário Stanley da Silva Moraes, quando, emocionado, declarou sobre o momento de sua aposentadoria. Desde o final de 1970 que o Bispo Stanley tem se dedicado ao ministério que Deus lhe deu. Casado com D. Rute Moraes há 47 anos, o casal tem duas filhas, duas netas e um neto. Ele foi consagrado como diácono no final de 1970; em 1971, recebeu a primeira nomeação pastoral para Porto Alegre/RS. Somente em Cruz Alta/RS chegou a pastorear 16 Congregações. 

Para ele, o maior legado da Igreja é pastorear ao lado de pessoas não clérigas. O maior desejo está em viver numa Igreja serva. Stanley foi eleito Bispo da Igreja Metodista em 1991; posteriormente ocupou o cargo de secretário executivo do Colégio Episcopal, aliás, função que exerceu por 20 anos, mas o que nunca deixou de ser mesmo foi pastor. 
 

Redação EC
Publicado originalmente no Jornal EC de fevereiro de 2018. Acesse aqui.


Tags: sem tags no momento!