Publicado por Sara de Paula em Notícias | 04/07/2018 às 16:03:10


Capelania institucional: para que serve?


Na última edição da série Capelania, o Expositor Cristão aborda sobre a Capelania Institucional. Nas quatro edições anteriores, mencionamos quatro tipos de capelanias que podem ser desenvolvidos por um/a Capelão/ã: Capelania Militar, Hospitalar, Carcerária e Escolar. Chegou a vez de nos aprofundar sobre o que é Capelania Institucional.

Esse tipo de Capelania, que na verdade engloba também as que já abordamos nas edições passadas, está voltada para instituições mais diversas. São empresas, casas de apoio, abrigos de menores, asilos, repartições públicas e outras entidades sociais. 

Algumas universidades oferecem cursos de Capelania Institucional, por exemplo, a Unievangélica, na cidade de Anápolis, em Goiás, é uma delas. O curso é uma extensão universitária e contempla as áreas de capelania: militar, prisional, escolar, hospitalar, empresarial, esportiva e parlamentar.

O Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, Edilaney Duar­te, tem trabalhado com capelania empresarial, cujo objetivo é beneficiar pessoas ligadas a uma empresa associada, funcionários/as e empresários/as por meio de aconselhamento e reflexões bíblicas. Ele aponta duas grandes dificuldades para o exercício desse ministério. “É difícil encontrar empresas dispostas a experimentar nosso trabalho e é difícil encontrar capelães/ãs dispostos/as ao exercício do serviço. Em outras palavras, as dificuldades estão nas duas pontas de um fio imaginário; quando há empresas dispostas a abrirem suas portas para a capelania e, paralelamente, encontramos um/a capelão/ã que queira servir ali, tudo fica fácil. Basta amarrar as duas pontas do fio”, destacou Edilaney em entrevista para o site Radar Missionário.

Para quem deseja ingressar na prática sobre capelania institucional, o Manual do Capelão: teoria e prática, organizado pelo Tenente Coronel Gisleno Gomes de Faria Alves, que já foi entrevistado pelo Expositor Cristão para a série Capelania Militar, é um bom exemplo para os/as iniciantes. O manual foi escrito por capelães de diversas denominações, e assume uma característica básica da assistência religiosa e espiritual prestada em ambiente diversificado.

De acordo com o manual, “a capelania institucional precisa demonstrar como suas atividades auxiliam a instituição no cumprimento da missão, sob pena de ser entendida de forma simplista como uma igreja dentro da instituição”.

O Manual está organizado em duas partes: teoria e prática. Na primeira, são apresentados os fundamentos da Capelania, por exemplo, fundamentação bíblica e teológica, fundamentação histórica e jurídica, científica e estratégica. A segunda parte está voltada para a prática diária para quem exerce a função de capelão/ã, perfil do capelão/ã, ação e interação na capelania, projetos bem-sucedidos e o compartilhamento de experiências. 

Para receber as reportagens completas dessa série, envie um e-mail para expositorcristao@gmail.com ou ligue para (11) 2813-8600.

Resumindo a Série

Capelania é um ministério espiritual de serviço a Jesus que cuida daqueles/as que estão, de alguma forma ou por algum tempo, privados/as do convívio de suas famílias ou da sociedade. O/a Capelão/ã é um/a ministro/a religioso/a autorizado/a a prestar assistência e a realizar cultos em comunidades religiosas, conventos, colégios, universidades, hospitais, presídios, corporações militares e outras organizações ou corporações, e que geralmente é oficiado/a por padre ou pastor/a.

A Capelania é garantida pela Constituição Federal de 1988, sob a Lei 6923 art. 5 e inciso VII. A Capelania ganhou muita força nesses últimos anos, principalmente no Brasil, pelas lideranças evangélicas, já que os hospitais, presídios, escolas, universidades e outras instituições vêm se preocupando com a qualidade no atendimento das pessoas com carências espirituais, afetivas e emocionais, necessitando de uma pessoa de estímulo e entusiasmo.

Capelania Militar: Prestada por oficiais militares com qualificação militar de Capelão em Quartéis, Corporações, Regimentos, Navios das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares.
Capelania Hospitalar: Prestada por voluntários/as em Hospitais, Pronto-Socorro, Sanatórios, Saúde Mental, junto a pacientes e profissionais da saúde.
Capelania Carcerária: Voluntários/as em Presídios, Colônias Penais, Prisões, Delegacias e junto aos/às familiares dos/as encarcerados/as.
Capelania Escolar / Universitária: Voluntários/as atuando dentro de Escolas, Institutos, Seminários, Universidades e imediações. Atua junto ao corpo docente, discente e administração.
Capelania Institucional: São todos os tipos de capelanias vinculadas a uma instituição social ou privada, com ou sem fins lucrativos.


Pr. José Geraldo Magalhães
Publicado originalmente no Jornal Expositor Cristão de julho/2018


Tags: sem tags no momento!