Publicado por José Geraldo Magalhães Jr. em Notícias - 17/11/2018 às 15:56:08

Capacitação: último dia do Encontro Nacional de Educação Cristã e Escola Dominical

O sentimento de quem participou do Encontro Nacional de Educação Cristã e Escola Dominical é de alegria, conhecimento, novas amizades e saudades. O evento aconteceu em Belo Horizonte/MG, no Instituto Metodista Izabela Hendrix, entre os dias 15 e 17 de novembro e teve representantes de todas as Regiões Eclesiásticas e Missionárias totalizando 200 participantes de todas as faixas etárias.

O Colégio Episcopal foi representado pelo Bispo Luiz Vergílio e Bispa Hideíde Brito Torres que pregou no culto de encerramento. Já o último painel do encontro, Tecendo a vida com fé e sabedoria, moderado pela coordenadora do Departamento Nacional de Escola Dominical, Pra. Andreia Fernandes ao lado do coordenador Nacional do CONEC, Pr. Eber Borges e do vice-reitor da FaTeo, Pr. Nicanor Lopes, enfatizou que a evangelização, ação social e educação são inseparáveis.

Foram dez minicursos oferecidos em três módulos, 14 oficinas com diversos temas e três painéis que foram essenciais para enriquecer o conhecimento dos participantes que vieram de todas as Regiões Eclesiásticas e Missionárias.

Mais detalhes você acompanha nas reportagens de nossos boletins diários e em breve todos os depoimentos e cobertura completa na edição impressa do jornal.

www.expositorcristao.com.br


Tags: encontroedeec, jornalec, escoladominical, expositorcristao


Posts relacionados

Notícias, Opinião, Metodismo, Educação, Atualidade, por José Geraldo Magalhães Jr.

A responsável e gratificante missão de ensinar

Esdras foi enviado a Jerusalém para estar com os/as judeus/as que retornaram da Babilônia. Fazia parte de sua missão ensinar a lei de Deus aos/às que não a conheciam (7.25), missão difícil e de muita responsabilidade. Por isso Esdras estabeleceu para si um propósito: “Buscar a Lei do Senhor, cumpri-la e ensiná-la”, nessa ordem! 

Notícias, Opinião, Artigo, por José Geraldo Magalhães Jr.

Reforma Protestante e a Bíblia: um olhar metodista

Já se passaram mais de 2 mil anos desde o nascimento de Jesus Cristo e mais de 500 desde a Reforma Protestante, e podemos afirmar categoricamente que o povo em geral ainda não conseguiu distinguir a Lei do Evangelho, o Mérito da Graça, a tentativa de apropriação da Vida Eterna por esforço da Salvação pela fé, o Deus implacável do Deus misericordioso, a religião do Ódio da religião do Amor…