Publicado por José Geraldo em Nacional, Eventos, Missão | 02/04/2019 às 14:44:12


Visão Mundial une-se a parceiros e promove caminhada continental pedindo mais ternura para crianças e adolescentes


Conscientes da solidão, do abandono e da violência interpessoal e estrutural que cercam e afetam as crianças e adolescentes, o Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), a Visão Mundial América Latina e Caribe, a Cáritas América Latina e Caribe, a Federação Internacional Fé e Alegria – organizações eclesiais associadas ao Programa Centralidade da Infância – convidam todos os cidadãos e cidadãs, organizações não governamentais, setor empresarial, Igrejas, articuladores/as culturais, servidores/as públicos/as, comunicadores/as, políticos/as e influenciadores/as de decisões para uma ampla mobilização continental chamada Caminhada Pegadas de Ternura (Huellas de Ternura), assumindo-a como uma estratégia de enfrentamento às múltiplas violências contra crianças e adolescentes. 

A Caminhada estará no Brasil entre os dias 31/03, quando chegou da Bolívia, até o dia 13/04, quando segue para o Paraguai. Ao longo das duas semanas teremos grandes eventos pontuais, e cada parceiro escolherá o dia – ou dias – de sua participação.
A inciativa foi lançada no dia 24 de março do ano passado no Parque Ana Lídia, em Brasília, e pretende alcançar 20 países da América Latina e Caribe. O Ato marcou o início da participação do Brasil nesta jornada que pretende mobilizar a sociedade contra a violência que atinge vítimas – meninos e meninas – no continente Latino-Americano.

Conscientização, mobilização e envolvimento
É importante socializar a caminhada apontando seus objetivos, estratégias e avanços mostrando imagens do que foi feito em outros países. Devemos convidar as crianças e adolescentes para participar como atores principais do chamado para a ternura e proteção da infância. Organizações, instituições e escolas também podem participar da Caminhada por meio de ações internas que já sejam realizadas em suas instituições, sendo convidadas a unificar o símbolo da caminhada – a pipa – e a socializar nas redes com as seguintes hashtags: #pegadasdeternura  #precisamosdetodos #zeroviolência #100porcentoternura. É muito importante fotografar, filmar, postar ao vivo, usar as hashtags e movimentar as redes sociais. Precisamos espalhar uma cultura de ternura para o maior número possível de pessoas e, principalmente, conscientizar crianças e adolescentes acerca do tema.

Programação
31/03 – Recepção da Pipa em Guajará-Mirim/RO. Caminhada em Boa Vista/RR. Ao longo do trajeto as crianças terão cartazes e pipas. Ao final será celebrado um culto ecumênico, pedindo a bênção de Deus sobre todas as crianças. Que seja estabelecida uma cultura de ternura em nosso país.
06/04 – Canção ao Pôr do Sol – com movimentos principais em Brasília, Recife e Fortaleza e eventos que sejam organizados por todo o país, faremos uma tarde no parque para famílias, com espaço para fazer e empinar pipas, para criar cartazes sobre ternura e fechando o dia com a canção Hallellujah de Leonardo Cohen entoada por corais, artistas, bandas, cantores/as solo e a população em geral, num ato de celebração e união pela ternura. Em Brasília será entregue às autoridades convidadas uma petição por mais ternura para nossas crianças.
Todas as igrejas que desejarem se envolver o farão nesse dia, unindo-se aos eventos principais ou organizando em sua cidade. 
08/04 – No Rio de Janeiro as crianças serão abraçadas pela ternura no Cristo Redentor. Crianças serão levadas até o Cristo para ali celebrar mais um ato ecumênico e pedir mais ternura. Nesse dia todas as escolas e projetos poderão organizar seu próprio evento também, que deverá incluir muitas pipas empinadas e muitas orações por mais ternura no Brasil.
11/04 – Haverá uma oficina virtual sobre o tema da Criança e a Ternura.
13/04 – Ato no parque das Cataratas e entrega da pipa ao Paraguai na Ponte da Amizade.

Confira o projeto completo em nosso site para saber mais detalhes!  www.metodista.org.br


Tags: sem tags no momento!