Publicado em Notícias, Editorial, Capa | 19/03/2019 às 11:14:09


Expositor Cristão: Gemido pastoral e o suicídio

Em abril comemora-se o Dia do Pastor e da Pastora na Igreja Metodista. Poderíamos elencar uma série de exemplos de homens e mulheres íntegros/as, retos/as que são verdadeiros/as canais de bênçãos na vida de muitas pessoas. Mas um fato preocupante que temos visto ultimamente é a depressão que tem chegado à liderança pastoral.  Muitas vezes, para muitas lideranças, a opção é a licença pastoral como refúgio de um esgotamento profundo, outros/as não podem tirar a licença porque a Igreja acaba sendo a única fonte de renda da família pastoral. As cobranças acompanhadas do esmero e dedicação pastoral, se não forem bem dosadas, podem ocasionar a depressão. 

Como lidar com essas situações? Como ajudar pastores e pastoras que sofrem calados/as em seu trabalho ministerial? Como prevenir para que não ocorram outras tragédias pessoais nas histórias das igrejas pelo Brasil afora? Há relatos de muitos suicídios de líderes religiosos/as. Nesse sentido, procuramos ouvir especialistas na tentativa de apontar caminhos para um ministério pastoral saudável. 

Também destacamos as ações missionárias e sociais da Igreja. A passagem do ciclone Idai, na noite do dia 14 de março, deixou mais de 700 pessoas mortas em Moçambique e no Zimbábue, segundo a agência Reuters, citando autoridades locais. O furacão avançou rumo ao Zimbábue e Malawi, destruindo tudo em sua passagem: estradas, escolas, casas, lojas, hospitais e até mesmo uma represa. A Sede Nacional disponibilizou uma conta específica para receber doações que serão enviadas para Moçambique. Já no Brasil, as chuvas de março deixaram muitas famílias desabrigadas. A Igreja Metodista em Rudge Ramos e em Barra Mansa são alguns exemplos de mobilização comunitária.

Que Deus nos ajude!
Pr. José Geraldo Magalhães
Editor-chefe | Expositor Cristão

LEIA A VERSÃO COMPLETA EM PDF

 

 

 


Tags: suicidio-de-pastores, suicidio, ec-abril-2019