2017_09_berrios

O secretário regional do Upper Room (El Aposento Alto) para América Latina, Jorge Berríos, visitou o Brasil durante o mês de agosto e participou de uma série de programações organizadas pelo no Cenáculo e pela Sede Nacional da Igreja Metodista.

O Expositor Cristão realizou uma entrevista com Berríos, além de acolhê-lo com outros departamentos da Igreja nas dependências da Sede Nacional, em São Paulo.

Berríos destacou quatro principais enfoques do El Aposento Alto para a América Latina

Trabalho editorial: artigos escritos por pastores/as e outras pessoas, além do desenvolvimento de oficinas como alguns tópicos enfatizados na linha editorial.

Apoio na distribuição: visitar todos os/as distribuidores/as nas regiões com a finalidade de melhorar a distribuição.

Formação espiritual: criar comunidade de Emaús – retiro espiritual. Organizar e levar esse retiro para a academia.

Trabalho corporativo: oficina regional, trabalhar iniciativas comuns.

Berríos ficou no Brasil até o dia 21 de agosto. O El Aposento Alto completa 89 anos em 2018. Para Berríos, o encontro diário com Deus é um lugar onde todos/as se encontram para orar. “O El Aposento Alto é um ministério mundial ecumênico dedicado a apoiar a formação espiritual. Essa é a essência principal do El Aposento Alto”, disse Berríos.

no Cenáculo

O editor nacional do no Cenáculo, Bispo Adriel de Souza Maia, e sua esposa, Mariluse Maia, participaram de um retiro espiritual nos Estados Unidos da América. O convite veio do Reverendo Johnny Sears, diretor da Academia de Formação Espiritual. A programação é um dos projetos importantes do The Upper Room (no Cenáculo) e aconteceu entre os dias 30 de julho e 4 de agosto, no centro de programas da Igreja Episcopal dos Estados Unidos, nos limites da Conferência de Virgínia.

“A ideia é que as pessoas que já participaram da academia espiritual possam fazer a sua aplicabilidade no contexto da América Latina e Brasil. Há uma faixa carente desse tipo de programação. Na academia, a pessoa aprende a ouvir a voz de Deus”, disse o Bispo destacando que o projeto vai além da instituição.
Mariluse Maia também destacou a importância de participar desse momento espiritual. “Aprendi a valorizar as prioridades em minha vida espiritual. O encontro é muito rico e nos leva a pensar o valor que é estar na presença de Deus e ouvi-lo”, declarou Mariluse.

O Bispo participou também, no dia 29 de julho, na Igreja Bon Air, de uma programação envovolvendo cerca de 150 mulheres da Conferência da Virgínia, onde apresentou uma exposição do Projeto Sombra e Água Fresca.

Academia Espiritual

O programa tem por objetivo o exercício de uma espiritualidade profunda contemplando o exercício da oração, estudo bíblico, contemplação, silêncio, reflexão pessoal e comunitária. O programa é desenvolvido numa metodologia incluindo os seguintes tempos: início do dia na capela para oração matinal, estudo, período de reflexão pessoal durante uma hora, compartilhamento após o período de reflexão pessoal. No período da tarde, a programação segue incluindo no encerramento da tarde a celebração da Santa Ceia. A noite é reservada para o compartilhamento do pequeno grupo (no máximo com seis pessoas), sob a coordenação de um/a facilitador/a. O dia encerra-se com a oração da noite na capela.

“A intenção do projeto é a mudança de atitude, buscar uma disciplina cristã, revitalizar a interioridade, dar tempo para ouvir a voz de Deus, redescobrir a espiritualidade do silêncio e renovar o compromisso com uma vida cristã e frutífera. O projeto visa também à cura interior e a uma melhor qualidade do nosso testemunho cristão na igreja e na sociedade”, finalizou o bispo.

Redação
Publicado originalmente no Expositor Cristão de setembro/2017