2017_07_8re

A 8ª Região Eclesiástica da Igreja Metodista foi oficialmente instalada em ato conciliar administrativo ocorrido no dia 22 de agosto de 2015, em Brasília/DF, e contou com a presença de lideranças regionais leigas e clérigas. Fazem parte da 8ª Região seis Distritos: Distrito Federal Norte, Distrito Federal Sul, GO I, GO II, Mato Grosso e Tocantins.

Entre igrejas, congregações e campos missionários, a mais nova região eclesiástica é constituída por 100 comunidades metodistas, onde o discipulado tem sido ensinado e vivenciado como estilo de vida. O Colégio Episcopal foi representado pelo Bispo José Carlos Peres (3ª RE) e pelo Bispo presidente da Igreja Metodista e da 5ª RE, Adonias Pereira do Lago.

A instalação foi em cumprimento ao regulamento emitido pelo Colégio Episcopal, tendo em vista a decisão da Coordenação Geral de Ação Missionária (COGEAM) reunida em 29 de maio, que aprovou o desdobramento da 5ª RE em duas regiões.

Decisões conciliares

Foi no 19º Concílio Geral da Igreja Metodista realizado em Brasília/DF, em julho de 2011, que o processo de expansão missionária foi retomado por meio da multiplicação das regiões.

Dois anos mais tarde, no 41º Concílio Regional da 5ª RE, rea­lizado em 2013, em consonância com as decisões conciliares e conforme o mandamento bíblico, decidiu-se pela criação da Sub-Região Missionária Centro-Oeste (SRMCO), conforme o Plano Regional de Ação Missionária (PRAM), aprovado no referido Concílio.

Citando um dos exemplos dos muitos frutos do avanço missionário, no último biênio, a SRMCO implantou três Campos Missionários Sub-Regionais, por meio de parcerias missionárias entre os distritos, as igrejas (Asa Norte 406, Asa Norte 906, Asa Sul, Central em Goiânia) e região.

Três famílias missionárias foram enviadas e iniciaram a missão metodista em cidades estratégicas, escolhidas dentro da visão do Plano Nacional Missionário (PNM): Gurupi (TO), Valparaíso (DF) e Porangatu (GO). Esse avanço missionário está alcançando uma população de aproximadamente 300 mil habitantes.

História

Há 60 anos, em 1955, o 7º Concílio Geral da Igreja Metodista decidiu sobre a multiplicação da Região Centro, transformando-a em duas, formando daí a 5ª RE. No livro Atas e Documentos do Concílio Regional, que originou a 5ª RE, há um documento histórico, dando abertura ao livro que diz: “Continue o Senhor a abençoar a Igreja Metodista do Brasil para que, por esse processo de divisão, ela se multiplique em nossa terra e, muito breve, vejamos outras tantas regiões eclesiásticas ocupando novos Estados e Territórios da União, até que, por todo o Brasil, soe a voz do Evangelho pela palavra dos pastores e leigos da Igreja Metodista” (Atas e Documentos do XXVI Concílio Regional do Centro, p. 7/1956).

A última multiplicação da 5ª RE aconteceu em 1965, dando à luz a 6ª RE (fusão de parte da 5ª RE e da 2ª RE). Depois disso, nesse período, o sonho de nova multiplicação da 5ª RE continuou sendo alimentado por algumas iniciativas, como a do distrito de Brasília/Centro-Oeste, apresentada como proposta em diversos concílios regionais e nacional.

Neste ano, a Coordenação Regional de Ação Missionária (COREAM) da 5ª RE, sob a presidência do Bispo Adonias Pereira do Lago, após apresentação do relatório missionário dos Superintendentes da SRMCO pelo SM da Sub-Região, Pastor Edinei Reolon, em que propôs a instalação de um processo visando à futura autonomia da SRMCO, decidiu pela multiplicação da região (autonomia da Sub-Região).

Depois de ouvidas as igrejas locais por meio dos distritos e suas lideranças, a COREAM encaminhou a proposta à COGEAM e Colégio Episcopal, que, dando parecer favorável, emitiu o seguinte documento: “A Coordenação Geral de Ação Missionária – COGEAM –, reunida em 29 de maio, aprovou o desdobramento da 5ª Região em duas regiões, com extração das unidades federais Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Tocantins do território regional para formação da nova região, sendo denominada 8ª Região Eclesiástica”.

Centenas de metodistas (delegados/as e visitantes) integraram o Concílio de Instalação presidido pelo Bispo Adonias Pereira do Lago, tendo como convidado o Bispo José Carlos Peres (3ªRE) representando o Colégio Episcopal, na ocasião. Juntos, o povo de Deus celebrou tão grande vitória do Evangelho.

Naquele Concílio, foi nomeado como Superintendente Missionário o Pastor Edinei Berteli Reolon, e para Superintendente Missionário dos seis Distritos foram: Pastor Flávio Sales de Cirqueira para o Distrito Federal Norte; para o Distrito Federal Sul, o Pastor Ezequiel Gonçalves Inácio; Distrito GO I, o Pastor Elieser de Oliveira Alves; Distrito GO II, o Pastor Edinei Reolon; para o Distrito de Mato Grosso, o então Pastor Fábio Cosme da Silva (eleito Bispo no 20º Concílio Geral e designado para a Rema); e para o Distrito TO, o Pastor Alexandre Pereira de Paula.

A Ele, O Senhor da Igreja, toda Glória, Honra e Poder!

Com informações:
Pastor Ednei Berteli Reolon
Sede Nacional da Igreja Metodista
Jornal Expositor Cristão
Publicado originalmente no jornal Expositor Cristão de julho