Programa Um Milhão de Cisternas faz diferença em PE e RN.

Programa Um Milhão de Cisternas faz diferença em PE e RN.

Enquanto a Igreja Metodista (IM) brasileira celebra seus 150 anos de missão permanente em terras brasileiras, a Organização Não Governamental (ONG) Diaconia, comemora 50 anos de trabalhos realizados no país com o apoio de metodistas. São onze organizações protestantes no total que compõem as Igrejas Membros da ONG e apoiam a promoção da justiça e o desenvolvimento social na região do Nordeste. Empoderamento de mulheres, jovens e famílias através da mobilização de grupos sociais, igrejas e comunidades, por meio de metodologias de construção participativa são alguns dos objetivos nos diversos trabalhos realizados pela Diaconia.

Os valores obtidos no compromisso com essas ações de mudança são encontrados facilmente na tradição e identidade metodista. A Pastora Joana D’arc Meireles, secretária para Vida e Missão da IM, faz parte do Conselho Diretor da Diaconia e explica a importância de conhecer e apoiar o desenvolvimento de trabalhos como esse. “A Igreja Metodista tem o seu perfil missionário de credo social, de serviço, de diaconia no sentindo de acompanhar, levantar, proclamar, mostrar salvação em todos os aspectos e âmbitos, olhar para a pessoa como ser humano integral”, afirma a pastora metodista. “A questão da dignidade em busca da água, em busca do alimento, em busca da preservação do meio ambiente, a educação, a ecologia, isso está dentro da nossa tradição metodista, do nosso Plano de Vida e Missão da Igreja (PVMI)”, defende ao destacar o seguinte trecho do documento: “nesse tempo, fazemos uma escolha clara pela vida”.

Os trabalhos realizados nos últimos anos têm sido uma via de mão dupla entre metodistas e Diaconia. A coordenadora político-pedagógica da ONG, Waneska Bonfim, ressalta como tem sido a realização de trabalhos em parceria com a igreja. “Nas ações, temos trabalhado com as Igrejas Metodistas de Recife e Fortaleza, principalmente nas questões de proteção aos direitos. Tem sido muito bom o relacionamento atualmente e temos conseguido apoio de lideranças, pastores/as das igrejas nas diferentes atividades”, afirma ao mencionar os diversos projetos que acontecem da Região Missionária do Nordeste, onde veem o engajamento não apenas de líderes, mas dos membros que são incentivados a se engajarem na luta pelos direitos de outros/as.

Programas

Entre os programas promovidos pela Diaconia estão os projetos Protegendo a Meninada e Moradia com Dignidade. Todos eles são voltados para a efetivação de direitos fundamentais do público atendido pela organização. A parceria com a Igreja Metodista no desenvolvimento desses projetos consiste, entre outras ações, em ceder os espaços para debater ideias relevantes com as pessoas de diversas comunidades. A Bispa Marisa de Freitas, presidente da Região Missionária do Nordeste (REMNE), falou sobre a seriedade dos projetos. “Um trabalho muito bem-feito de atendimento a muitas pessoas, que merece todo o nosso respeito e, mais do que isso, nossa participação, nossa colaboração e nossa oração”.

No final do ano passado, a Igreja Metodista Central de Fortaleza/CE foi uma das que acolheram a Campanha Proclamando a Justiça de Gênero, por exemplo, com atividades que fortaleciam o diálogo sobre formas de combater a violência contra a mulher. “Nós temos o trabalho da Campanha QuintaFeiraUsoPreto em parceria com a Diaconia. Nas quintas-feiras nós temos alguns movimentos de rua e somos apoiados/as pela Diaconia nessa área de comunhão com as igrejas”, explica a Bispa.

Waneska Bonfim também destacou uma das ações metodistas que fizeram a diferença durante a campanha. “Outra questão importante foi uma movimentação da IM, que foi a ação para a campanha Eu Sou Mulher de Coragem. As mulheres metodistas realizaram uma panfletagem no metrô de Recife. Foi uma experiência muito rica, pois o tema da campanha fala sobre mulheres que vão às ruas proclamar direitos”, destacou a coordenadora.

O Expositor Cristão também vem trabalhando na divulgação de outros projetos relevantes da organização, reconhecidos nacionalmente, como, por exemplo, o projeto Banheiro Redondo, que colocou a organização entre uma das ganhadoras do 9º Prêmio Caixa Melhores Práticas em Gestão Local. O Projeto visa levar saneamento básico, preservação do meio ambiente e economia de água para famílias agriculturas do país.

Mesmo as comunidades de fé de outras áreas do país podem participar, se engajando na divulgação desse trabalho, como afirma a Pastora Joana. “Outras igrejas podem ser solidárias em doações, em participação e em divulgação, por exemplo, quando há a construção das cisternas. A Diaconia, além de construir a cisterna, acompanha a conscientização da utilização da água e do solo, o que é muito específico, e isso às vezes não é divulgado”, destaca ao lembrar que uma das ênfases missionárias da Igreja é a preocupação como cuidado e preservação do Meio Ambiente. “A gente tem que divulgar para a igreja conhecer e eu me alegro em saber que o Expositor Cristão está trabalhando nisso, para termos outras pessoas mais adeptas a esse tipo de trabalho”, finalizou.

Você acompanha a programação completa do aniversário de 50 anos da Diaconia e outras informações sobre os projetos no site www.expositorcristao.com.br.

Sara de Paula
Publicado originalmente no jornal Expositor Cristão de julho