ciemal2017

O IV Treinamento Missionário Transcultural CIEMAL acontecerá entre os dias 4 e 11 de agosto de 2017, nas instalações da Igreja Evangélica Metodista El Salvador de Pedregal, no Panamá. “Este ano, o tema central do encontro será “A missão de Deus é a missão da Igreja”, cada ano nossos encontros se desenvolvem sob uma temática e logística diferente, pois a ideia é sempre poder adaptar os mesmos de acordo com o tipo de público participante, assim como os palestrantes e expositores convidados”, afirma  o Rev. Luciano Pereira Silva, secretário geral do Conselho de Igrejas Evangélicas Metodista da América Latina e Caribe (CIEMAL).

Confira abaixo a lista completa de quem ministrará no encontro:

Convidados:

1. Pastor Missionário Kingspride e esposa Priscilla – Ghana – África
2. Pastor Luiz Fernando Cardozo e Esposa Danielle Cardozo – Missionários brasileiros em Manchester – Reino Unido
3. Bispo João Carlos Lopes – Bispo Presidente do Concelho de Bispos do Conselho de Igrejas da América Latina e do Caribe e sua esposa, a Pastora Audir Lopes – Brasil
4. Bispo Adonias Pereira do Lago – Bispo Presidente da 5ª Região da Igreja Metodista de Brasil.
5. Bispo Pedro Arauz Valdez – Bispo Presidente da Igreja Metodista do Panamá.
6. Rev Lizzette Gabriel Montalvo – Presidenta do CIEMAL.
7. Pastor Steve Wilson – Representante de la TMS GLOBAL – antes conhecida como Mission Society – Estados Unidos
8. Pastor Luciano Pereira da Silva – Secretario Geral do CIEMAL e sua esposa Shirley da Silva Rocha – Panamá – Brasil
9. Pastor Oseias David – Missionário Metodista Brasileiro trabalhando em uma obra da Igreja Metodista do Panamá em David Chiriquí – Panamá -Brasil

Despertamento Espiritual

O objetivo é treinar as pessoas para possam cumprir com a missão de Deus onde estiverem plantadas, e despertar para a missão em outro lugar que não seja sua cidade, departamento ou país. O treinamento tem a finalidade de gerar essa paixão por Deus e pela missão de Deus, que é salvar o mundo. Esta é a missão que Jesus compartilhou com os primeiros discípulos e consequentemente com toda igreja como disse em Mateus 28:18-20.

Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.
Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,
ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”

O treinamento propões trabalhar a realidade desse contexto, buscando entendimento do que significa a luta espiritual na qual todos estamos envolvidos. “Fazer a missão é estar enfrentando os poderes das trevas, das forças da maldade que cegam o entendimento dos incrédulos para que resplandeça o evangelho da salvação”, afirma o documento de divulgação publicado em espanhol pelo CIEMAL.

Despertamento cultural

O projeto pretende aproveitar a cultura e a rica história do Panamá para gerar novos conhecimentos e abertura de mente para diferentes realidades, e buscar estratégias de como encarar o evangelho da paz nestas situações. Este conhecimento não se dará somente pela teoria, mas principalmente pela prática. Ou seja, experiências com visitas em casas e lugares, interação com o idioma, cultura, comidas e relacionamento com as pessoas. O Conselho afirma que tudo isso gera um pequeno choque cultural, que com certeza servirá para o crescimento do participante, explicando que ao participar de uma vida na comunidade, a equipe se dará conta dos diversos problemas sociais e espirituais que existem.

Despertar uma visão integral da missão

O documento afirma ainda que quando falam de missão, não estãopensando somente no que é salvação da alma. “Pensamos que todo ser humano deve ser alcançado. Como Igreja devemos pensar que a visão de impacto social deveria ser normal quando se fala de evangelho. Pois não é possível que alguém que foi alcançado verdadeiramente pelo evangelho não não faça diferença em sua comunidade.  Em nosso treinamento, queremos levar ao participante a busca por ampliar sua visão sobre como pode ser luz em meio um contexto de morte que vivemos”, afirma a organização.

O valor do treinamento Transcultural Panamá é de $ 250 (Duzentos e cinquenta dólares) e cobre as despesas de translado do aeroporto do Panamá até o local do evento, hospedagem e alimentação. O pagamento pode ser feito pessoalmente em dólar, ou o participante pode realizar uma transferência bancária, mas é indispensável fazer a inscrição pela página oficial no site da organização. Acesse: www.ciemal.com

Para mais informações, escreva para os endereços abaixo:
pslucianopereira@gmail.com
lpereira@ciemal.com
tigba.melamed@gmail.com

Redação EC
Com informações de CIEMAL

Comentários

  1. Anônimo disse:

    4.5