2017_05_pessoasdereferencia

Primeiro de abril de 2017, data que reuniu Pessoas de Referência da área nacional da Igreja Metodista na Faculdade de Teologia (FaTeo), em São Bernardo do Campo/SP. O objetivo do encontro, que trouxe mais de 30 pessoas de vários estados, foi aproximar os membros da liderança nacional para troca de experiências. O evento contou com representantes de departamentos, pastorais e outros órgãos que presenciaram a apresentação feita pelo pastor Nicanor Lopes, do Plano Nacional Missionário.

O secretário do Colégio Episcopal, Bispo Honorário Stanley da Silva Moraes, apresentou e dialogou com os/as presentes sobre a estrutura da organização, tendo em vista que muitas pessoas estão assumindo a designação pela primeira vez.

2017_05_pessoasdereferencia2O presidente do Colégio Episcopal, Bispo Luiz Vergílio Batista da Rosa, abriu o encontro lendo o evangelho de Marcos 1.1-18. “Não é fácil falar em um encontro de liderança para quem já exerce esse papel”, destacou. O Bispo Luiz, na ocasião, pontuou que Referência é sempre movimento de identificação. “É um movimento que constrói uma identidade, mas que também revela uma identidade”, disse ao mostrar na tela a imagem de um pé de mangueira.

“Não se trata de uma árvore, mas de uma história que deu origem que a transplantou para nossa realidade brasileira”, disse confrontando com outra imagem, a do morro da Mangueira, no Rio, pois no passado a região tinha muitos pés de manga. Portanto, o morro ficou conhecido como morro da Mangueira. “O lugar deixa raízes, tradição e um legado nesse espaço físico, ou seja, lugar de uma árvore onde podemos construir toda uma história, trocar informações, porque existem pessoas que vivem e constroem suas histórias, mas, para chegar lá, há uma estação de onde as pessoas vêm e vão”, enfatizou o Bispo para reforçar a importância das estações como lugar de passagem para quem está saindo e para quem está voltando.

Durante o encontro também houve espaço para interação, em grupos, que se multiplicaram em cinco e seis pessoas para compartilhar o que cada área representa na vida da Igreja.

Plano Nacional Missionário

“Aqui o debate é Pessoas de Referência que, a partir de seu ministério, têm uma grande contribuição para a Igreja”, disse o Pastor Nicanor Lopes ao apresentar o PNM fazendo destaques para onde o 20º Concílio Geral apontou. O pastor Nicanor destacou ainda a importância de considerar a história da Igreja. “Queremos debater planos estratégicos negando a história. Queremos debater plano estratégico achando que a moda do momento é o que dita a norma, e isso não é verdade. A história sempre alimentou o percurso de marcas e identidade”, disse.

Na apresentação do pastor, ele destacou também sobre a trajetória da Igreja desde o século XVIII. “Temos que tomar cuidado com o fruto de enxerto, porque ele é estéril. Temos que ter clareza para adaptar essa planta na realidade que ela está inserida. Nos Planos Quadrienais de 1974-1978, decidimos que não precisamos de enxertos. Podemos produzir frutos em nossa realidade”, destacou.

As bases metodistas – evangelização, educação e ação social – também foram lembradas. “Quando dissociamos essas bases e valorizamos uma em detrimento de outra comprometemos a identidade metodista e, portanto, o testemunho missionário”, disse o Pastor Nicanor. Após a apresentação do PNM, houve espaço para diálogo e esclarecimento de dúvidas.

O Plano Nacional Missionário está disponível na loja da Angular Editora. Toda a apresentação do Pastor Nicanor Lopes, assim como as pregações de abertura e encerramento do Bispo Luiz Vergílio no Encontro de Pessoas de Referência, estão disponíveis, em vídeo, no site nacional da Igreja Metodista. Acesse www.metodista.org.br e confira!

José Geraldo Magalhães
Publicado originalmente no Jornal Expositor Cristão impresso de maio/2017

CONFIRA ABAIXO A FOTO DA PESSOA DE REFERÊNCIA DE CADA ÁREA.
PARA CONFERIR O NOME E CARGO, PASSE O MOUSE SOBRE A IMAGEM OU CLIQUE.