2017_04_maosacolhedoras2

 O Projeto Mãos Acolhedoras nasceu há mais de um ano com o objetivo de ajudar mulheres que serão mães, sem que a gravidez tenha sido planejada. A responsabilidade do Projeto é da Associação Metodista de Ação Social (AMAS) e não tem fins lucrativos.

A vice-presidente e também professora Elizabeth Diniz explica como o projeto é realizado. “O projeto surgiu para ajudar essas mulheres que serão mães sem planejamento, mas atendemos toda a população também. Nós fornecemos o material necessário para que elas aprendam a fazer crochê e possam confeccionar roupas e sapatinhos, além de tapetes e o que mais elas quiserem. Isso pode ajudar tanto na renda familiar, caso elas queiram vender os produtos, quanto ocupar um tempo que pode ser ocioso”, afirma.

2017_04_maosacolhedorasO projeto começou com quatro alunas e atualmente possui mais de trinta inscritas. “As aulas são dadas no CRAS do Parque Colinas. Temos vagas disponíveis ainda e as interessadas podem procurar a assistente social do CRAS, que dará as orientações. As participantes são cadastradas por nós mesmas e, próximo da data do parto, elas ganham um kit maternidade, com banheira, roupas, sapatinhos e manta, tudo confeccionado com muito amor”, salienta.

A realização do projeto é coordenada pela presidente Rose Nascimento, pela vice-presidente Elizabeth, e pelas voluntárias Meire Bravo e Mara Mendes.

As aulas acontecem todas as terças-feiras, das 14 às 16h, no CRAS do Parque Colinas. O endereço é Rua José Maurício Nucci, 258.

Para mais informações, acesse a página oficial do Projeto Mãos Acolhedoras no Facebook.


Texto e fotos: AMAS – Associação Metodista de Ação Social 

Comentários