2017_04_cgcj_reuniao

A Comissão Geral de Constituição e Justiça (CGCJ) reunida nos dias 17 e 18 de março, nas dependências da Sede Nacional, confirmou a liminar concedida pelo Presidente da CGCJ sobre a Ação Cautelar Inominada, de autoria de Paulo Henrique Mendes Mauricio. O julgamento dessa Ação Cautelar será público, porque as partes não requereram sigilo. Ficou marcado o julgamento para o dia 1º de julho de 2017, com início às 9h, na Sede Nacional, em São Paulo.

Redação EC
Publicado originalmente no Jornal Expositor Cristão impresso de abril/2017