MAKES

Uma data originada na luta. A greve em Nova Iorque, em 1857, com 129  mulheres mortas, pela redução de 16 para dez horas da jornada de trabalho, leva a ONU a decretar a homenagem, 118 anos depois o atual Dia Internacional da Mulher. Ainda hoje, mulheres do mundo inteiro enfrentam desigualdades e violência.

Após 160 anos os números de violência contra mulher ainda assustam, especialmente no Brasil. A Igreja Metodista no Brasil busca por meio de campanhas e de ações pontuais, conscientizar sobre o fim da violência contra mulher.

Uma das ações já conhecidas é a campanha “Quinta-Feira Uso Preto”, uma mobilização internacional, promovida pela Confederação Metodista de Mulheres no Brasil. Para conhecer mais sobre a campanha e assistir aos vídeos promocionais, acesse: http://bit.ly/mesdamulher_ 

O Jornal Expositor Cristão deseja à todas as leitoras um Feliz Dia Da Mulher! Confira abaixo o texto escolhido pela Igreja Metodista para data.

 

logo_mulheres

Dia Internacional da Mulher

Eu trago as lágrimas das mulheres latino-americanas.
Nossas lágrimas como mulheres que têm experienciado a violência.
Nas esferas do trabalho e da família, em público,
Mas também na privacidade de nossos próprios corpos.
Em lágrimas nós reconhecemos umas às outras.

De continente em continente.
De país em país.
Através das nossas lágrimas
nós olhamos umas às outras.

Por causa destas lágrimas
nós ficamos juntas,
e nós mudamos.
Nós iremos mudar!

Que mulheres de todo o mundo se unam hoje para celebrar
a vida e lutar para que ela seja plena.

A promessa de vida abundante de Cristo é
para todas as meninas e mulheres, mães e filhas, irmãs e amigas.

Conscientize uma mulher sobre o amor de Deus hoje.

Referência: Guia de Estudo – Gênero e Igreja Educar para Transformar

 

Redação EC