Crianças e adolescentes com os/as missionários/as.

Crianças e adolescentes com os/as missionários/as.

A Igreja Metodista, em Salvador (BA), e o Campo Missionário Engenho Velho, na Região Missionária do Nordeste (Remne), acolheram os/as voluntários/as da segunda viagem missionária do Instituto de Formação Missionária (IMForM) nos dias 14 a 21 de novembro. As atividades foram com evangelização e treinamento missionário.

Missionários/as, realizam evangelismo pessoal.

Missionários/as, realizam evangelismo pessoal.

A Pastora do Campo Missionário Engenho Velho, Lucília Fernandes dos Santos, relata que foi um dia de intenso trabalho com sete voluntários/as que fizeram parte desse projeto. “Tivemos um dia intenso de trabalho, que iniciou com lava-pés. Depois fizemos visitas, já que é um bairro muito carente, embora muito evangelizado, fizemos culto ao ar livre, vigília, ato profético ao redor da Igreja junto com o Superintendente Distrital (SD), Pastor André Nunes. Muitas pessoas que estavam ali puderam ver o amor de Deus por meio de nossas ações”, disse a pastora Lucília, que pretende realizar um trabalho missionário juntamente com a direção das escolas daquela região, em 2017.
“O desafio de cuidar das crianças e adultos continua. Queremos ensinar, discipular e fazer com que essas pessoas possam conhecer Jesus e experimentar a vida em abundância”, finalizou.

Os/as missionários/as permaneceram no Campo Missionário Engenho Velho entre os dias 15 e 17 de novembro. Depois disso, eles/as saíram para Aporá, cidade que fica a 200 quilômetros de distância de Salvador.

O Pastor André Nunes da Igreja Metodista Central, em Salvador, vê com bons olhos essa ação missionária. “O primeiro contato foi com o Secretário de Expansão Missionária da Remne, Pastor Dilson Soares Dias, depois disso os/as missionários/as escolheram vir para Engenho Velho e Aporá. Eles/as realizaram o curso de estratégia missionária, ação social distribuindo mais de 20 cestas básicas em Engenho Velho e aferiram pressão. Foi uma iniciativa muito boa e com o coração muito aberto”, disse o Pastor André.

Viagem Missionária na Rema

O IMForM enviou também 29 pessoas, entre missionários/as e liderança de base, à Região Missionária da Amazônia para um treinamento prático em Manaquiri (AM) e comunidade do Limão, que tem acesso somente de barco. De acordo com Liza Menezes, da Escola de Missões, as atividades foram intensas.

Metodistas também receberam treinamento dos/as missionários/as do IMForM.

Metodistas também receberam treinamento dos/as missionários/as do IMForM.

“Os/as missionários/as ficaram em Manaquiri. Eles/as realizaram  ação social na praça principal, visitas nas casas, aulas do projeto Metanoia nas escolas, apoio à igreja local e à comunidade Limão, aula no curso de Evangelista na igreja”, disse.

Segundo Liza, foi um despertar missionário na Igreja. “Pessoas que estavam afastadas voltaram para o caminho de Jesus. Algo muito inusitado aconteceu quando um grupo, sentindo Deus, foi à câmara dos vereadores e, ali, oraram juntamente com o prefeito e vereadores/as. Foi um grande mover de Deus! Visitaram também uma comunidade indígena”, finalizou.

O grupo, que saiu do município de Iranduba, apoiou a Igreja em Manaquiri, fizeram evangelismo de rua, reformaram um espaço para a sede da igreja no centro da cidade, deram aula do projeto Metanoia nas escolas, visitaram uma escola de missões para indígenas do Projeto Semiraitá, entre outras atividades que faziam parte do programa da viagem missionária. A viagem da equipe para a Rema ocorreu no mês de outubro.

José Geraldo Magalhães
PUBLICADO ORIGINALMENTE NO JORNAL EXPOSITOR CRISTÃO DE JANEIRO 2017