povoderua1
A cidade de São Paulo passa por um amplo debate sobre a situação da população de rua, especialmente após o início do Projeto Cidade de Linda, que propõe, entre outras coisas, redirecionar as pessoas que vivem nas ruas da capital. A Comunidade Metodista do Povo de Rua “Morada do Sol”, localizada no bairro Cambuci, trata a questão com responsabilidade desde o ano de 1991. A Catedral Metodista de São Paulo, em parceria com a prefeitura, mantém um albergue que atende a 150 pessoas diariamente, oferecendo abrigo, alimentação, suporte
social, psicológico e pastoral, visando a total restauração do ser humano.

O Projeto

A história que marcou a vida da Igreja Metodista com sua atuação junto a população em situação de rua, teve seu inicio na década de 80, entre os anos de 1987 a 1992. Até 1991, as Igrejas Metodistas Coreana e Brasileira serviam durante as manhãs de domingo, no Parque Dom Pedro, um café da manhã para cerca de 700 pessoas que enfrentavam o problema de não ter outro lugar para ir.

povoderua2No mesmo ano, metodistas apoiaram a ação realizada pela Comunidade dos Sofredores de Rua, os quais auxiliavam na preparação e distribuição de uma sopa comunitária para cerca de 400 pessoas, preparada com a utilização de verduras e legumes doados por feirantes, no viaduto do Glicério às quartas-feiras. 

O projeto é desenvolvido pela Catedral da Igreja Metodista em São Paulo em parceria com a Prefeitura desde então, quando as atividades passaram a oferecer atendimentos feitos no Viaduto Pedroso, no bairro da Liberdade.
“No segundo semestre do ano de 1991 uma supervisora da Secretaria de Assistência Social observou o trabalho que estava sendo desenvolvido, propondo à Igreja a realização de uma ação mais estruturada”, explica a página oficial do trabalho, onde divulgam imagens e informações para voluntários. “No dia 12 de março de 1992, nasce a Comunidade Metodista do Povo de Rua, sendo estabelecido no Viaduto Pedroso, na região do bairro da Bela Vista”, conclui o texto. O Projeto saiu da Liberdade para o Cambuci em 2014, devido aos perigos que o local oferecia.

Retiro Espiritual

povoderua5
Sob o tema “Curados por Jesus” (Isaías 53:4-5), foi realizado nos dias 26 e 27 de novembro de 2016, em um sítio localizado na cidade de Ibiúna (SP), o primeiro retiro espiritual específico para pessoas em situação de rua. Com o apoio da Catedral Metodista de São Paulo, na pessoa do Rev. Miguel Ângelo Fiorini, 24 moradores do albergue foram abençoados pelas ministrações. Cinco foram batizados.

povoderua3Hoje, o albergue oferece vagas fixas e de pernoite. Aqueles que passaram pelo ritual do batismo já são beneficiados pelas vagas fixas há um tempo, participam dos cultos e tem um relacionamento com a Pastoral de Moradores de Rua, dirigida pelo Pastor Acadêmico Guilherme Castelli dos Santos. “Dentro da realidade é um número significativo. Se formos pensar em nossa sociedade, quantos por cento de pessoas na igreja estão nessa situação?”, questiona o pastor, ressaltando que as pessoas que usam o albergue avaliam bem o serviço oferecido pelos metodistas.

Apesar dos atendidos não terem nenhuma obrigação de ir aos cultos ou usar a pastoral para ser beneficiado pelo serviço, é algo que destacam como positivo. “O nosso lar sempre está lotado e é visto pela população de rua como um dos melhores. Alguns dizem não encontrar cultos nos outros albergues, mas a boa avaliação não vem só por conta da pastoral, mas também da organização”, explica o Pastor Guilherme.

O pastor afirmou ainda que o número de pessoas em situação de rua cresceu muito nos últimos anos. “Se todos resolvessem ir para os albergues não teriam vagas”, afirma. “Nossas portas estão abertas a quem desejar conhecer e contribuir com este projeto”, convida o organizador.

Para se voluntariar ou saber como ajudar, entre em contato:

Comunidade Metodista do Povo de Rua
Acesse a página oficial do Projeto no Facebook
Endereço: Rua Vicente de Carvalho, 80 – Morada do Sol – São Paulo – SP
Telefone: 11 3289-2755

Confira abaixo o vídeo da reportagem realizada em 2010 pelo Jornal Nacional, da Rede Globo, sobre o projeto dos metodistas em São Paulo.

Redação EC 
Com informações do Pastor Acadêmico Guilherme Castelli dos Santos
Fotos: Divulgação do Projeto 

Baixe a edição do Jornal Expositor Cristão publicada em 20104, sobre pessoas em situação de rua. Clique aqui.

Comentários