2017_01_fabio_certificado

O Colégio Episcopal da Igreja Metodista no Brasil consagrou os/a novos/a Bispos/a eleitos/a no 20º Concílio Geral. Um/a representante do Expositor Cristão esteve presente em todas as consagrações episcopais que ocorreram nos meses de novembro e dezembro.

Fabio Cosme da Silva

O Presbítero Fabio Cosme da Silva foi o primeiro a ser consagrado. O ato ocorreu no dia 26 de novembro na Igreja Metodista em Rondonópolis (MT). A cerimônia começou às 19 horas e contou com a participação de mais de 400 pessoas.

O Bispo Fabio conversou com o Expositor Cristão logo após a consagração. “Vejo que a graça de Deus me alcançou e me chamou. Estou bastante empolgado. Deus tem uma visão para a Rema de multiplicação e vou dar tudo de mim com muito amor e dedicação para pastorear os/as pastores/as”, disse o Bispo Fabio.

2017_01_fabio_igrejaO sonho do Bispo Fabio é avançar pela região Norte do país. “Vamos trabalhar para que Rondônia e Acre se tornem a nona Região Eclesiástica. O que tenho em mente é pastorear os/as pastores/as e capacitá-los/as no discipulado e implantação de novas igrejas”, finalizou.
Lideranças de várias partes do país prestigiaram a celebração. É o caso dos pastores Eber Borges e Paulo Dias Nogueira, que saíram do interior de São Paulo para representar a Faculdade de Teologia. “A Fateo e todo o corpo pastoral e docente se alegram de estar aqui. Nos apresentamos para o diálogo e, sobretudo, para orar para sua vida, ministério e família”, disse o pastor Eber. O Pastor Paulo Nogueira reafirmou a importância de manter parcerias. “A parceria que temos com a Rema foi um projeto que deu certo com o Bispo Carlos Alberto. Esperamos que ela possa continuar também em seu ministério episcopal”, disse o pastor.

Gerson Albino Prudêncio está na Igreja Metodista em Rondonópolis desde 1977 e espera um pastor que dê continuidade à missão iniciada pelo Bispo Fabio. “Nossa alegria é muito grande de ver a Igreja Metodista evoluindo graças ao discipulado. Nosso desejo é que possamos receber um/a pastor/a com a mesma visão do Bispo Fabio”, disse.

Henrique José Januze congrega na Igreja Metodista em Primavera do Leste, que fica a 130 quilômetros de Rondonópolis. “O que temos hoje é resultado de um trabalho bem-feito. Chegou aqui numa igreja já estabelecida, mas que precisava de um novo agir de Deus. As pessoas abraçaram a visão do pastor Fabio e a Igreja cresceu”, finalizou.

Uma das pessoas que trouxe o Pastor Fabio para a Igreja Metodista, o pastor Ubiratan Silva, se sente honrado por fazer parte da trajetória ministerial do Bispo Fabio. “O Bispo Fabio chegou a Pirassununga (SP), nós o apoiamos e ele foi para Santa Rita do Passa Quatro. Hoje, fico feliz de fazer parte dessa história”.

O Bispo Fabio Torres irá presidir, a partir de janeiro de 2017, a Região Missionária da Amazônia, Rema.

Hideide Brito Torres


2017_01_hideide_familia

Mais uma presbítera ao ministério Episcopal. Hideide Brito Torres recebeu o ato de consagração pelas mãos dos Bispos Adonias Pereira do Lago, Roberto Alves de Souza e da Bispa Marisa de Freitas Ferreira, no templo da Assembleia de Deus, em Cataguases (MG), no dia 2 de dezembro. Quase 400 pes­soas prestigiaram a Bispa Hideide e vieram de longe. “Viemos para apoiar nossa Bispa e dizer a ela que pode contar conosco na caminhada episcopal”, disse o pastor da Igreja Metodista Central de Goiânia, Edinei Berteli Reolon.

2017_01_hideide_familia2A Coordenação Geral de Ação Missionária (Cogeam) também esteve representada. A Pastora Cristiane Capeleti, secretária do órgão, saiu de São Paulo para prestigiar a Bispa. “Participar desse ato histórico mostra que nossa Igreja está avançando na questão de gênero”, disse a pastora.

A Bispa Marisa de Freitas Ferreira, segundo ela, “quebrou o protocolo” quando se dirigiu à Bispa Hideide logo após a consagração. “Deus prepara os nossos caminhos. É um tempo difícil e de mudança para a família, principalmente para as duas filhas menores. Sair de Cataguases, uma cidade consideravelmente pequena, para Brasília será uma diferença muito grande, mas certamente Deus irá preparar novas amizades”, disse a Bispa enquanto as duas meninas choravam e oravam ao mesmo tempo. Um momento que comoveu todas as pessoas que ali estavam.

No sermão da Bispa Hideide, ela meditou na Carta do Apóstolo Paulo em 2 Coríntios 2.14-3.6 para falar de Cartas e Perfumes. “Dizem os/as entendidos/as que Paulo, quando escreveu este texto, tinha em mente o desfile romano após uma guerra. O cheiro da vitória emanava dos incensos acesos e das pétalas de flores que o povo lançava sobre os soldados enquanto estes passavam cansados, exaustos e vencedores pelas ruas da cidade, apresentando seus troféus da vitória”, destacou.

Ao se referir ao cheiro, a Bispa Hideide recordou o cheiro da Santa Ceia quando era pequena e não podia participar. “A igreja inteira cheirava a pão e a suco de uva. Era impossível ficar ali sem aquela presença. Era uma coisa tão significativa que eu considero padaria coisa sagrada (…) Este é o meu corpo…’”, disse.

A Bispa concluiu dizendo que talvez o sermão proferido naquela noite não iria impactar e atrair multidões, mas ela queria um sermão que cheirasse vida. “Eu quero viver uma vida intensa, de ser perfume que espalhe cheiro de vida e carta que informe o caminho da salvação. (…). Eu anseio por uma igreja que não queira fazer seu nome na história, nem ser contada entre os/as poderosos/as deste tempo, nem que se conforme a esse século. Uma igreja que queira ser perfume, presente por mais efêmero. Uma igreja que queira ser carta e se deixe ser escrita pelo autor da vida. E no fim de tudo isso, ainda que servos e servas inúteis, considerados/as pelo Deus da vida como fiéis”, finalizou.
A Bispa Hideide de Brito Torres irá presidir, a partir de janeiro de 2017, a 8ª Região Eclesiástica da Igreja Metodista.

Emanuel Adriano Siqueira

2017_01_mano_uncao2

No dia 4 de novembro, o templo da Igreja Metodista em Mandaguari entrou para a história. Pela primeira vez uma consagração episcopal ocorreu na Igreja. O Bispo eleito no 20° Concílio Geral da Igreja Metodista, Emanuel Adriano Siqueira, conhecido agora como Bispo Mano, acompanhado por mais de 500 pessoas, recebeu a consagração episcopal. Foi uma grande festa com celebração, louvores e homenagens que reconheceram a facilidade para conciliação e discipulado como marcas na vida do novo Bispo.

2017_01_mano_mandaguariO Pastor Robson Silva foi o responsável pela direção do culto e, assim como o restante da igreja, expressou a saudade que a família atuante na comunidade há 20 anos deixará, mas reconheceu a vontade de Deus ao afirmar que “dEle, por Ele e para Ele são todas as coisas” ao abrir a celebração lendo Romanos 11.36. “Escolhi esse verso porque eu creio que ele traduz tudo o que nós estamos fazendo aqui e também traduz o ministério do pastor Mano em nossa vida, que todas as coisas são feitas com um único objetivo: honrar ao Senhor”, afirmou o pastor Robson.
“A igreja existe para missão, assim como a vela para ser queimada”, lembrou o Bispo João Carlos, presidente da 6ª Região Eclesiástica (RE) ao afirmar que a ocasião celebrava o dom específico que o Bispo Mano receberia, de cuidar de uma parte maior da Igreja. Ao lado do Bispo Luiz Vergílio, presidente da 2ª RE, e do Bispo José Carlos Peres, presidente da 3ª RE, o Bispo João Carlos prosseguiu com o ritual ao reunir em volta do altar os bispos recém-consagrados, Paulo Rangel e Fabio Cosme, que marcaram presença na consagração do amigo. “Eu não poderia deixar de vir aqui a Mandaguari, porque aprendi sobre discipulado com o Pastor Mano”, explicou o Bispo Fabio.

Toda festa foi preparada com um impressionante carinho. “O coração de servo dessa igreja inspira”, comentou o Bispo Paulo Rangel sobre o culto, e também falou sobre as contribuições que quer oferecer ao lado do Bispo Mano no CE. “A minha expectativa, por exemplo, é que a gente permita que o discipulado seja o ambiente norteador de todas as nossas ações”, afirmou.

Um dos momentos mais emocionantes foi o de agradecimento da família pastoral, conduzido pela filha, Adriana Siqueira. “Na verdade, foi muito difícil preparar esse momento, porque nada do que a gente fizesse poderia demonstrar a gratidão que temos, não só com a igreja, mas com o ministério do meu pai”, contou Adriana.

Também não foi fácil para o Bispo Mano. “É um misto de emoções. A alegria pela função que a igreja designou para nós, reconhecendo e acreditando no nosso ministério, mas também é uma tristeza. É uma família, filhos/as de 20 anos de ministério aqui em Mandaguari que a gente vai deixando para trás”, afirmou o Bispo recém-consagrado.

Paulo Rangel

2017_01_paulorangel_certificado

O Bispo Paulo Rangel foi o último Bispo a ser consagrado Pelo Colégio Episcopal em 2016. Foram mais de 500 pes­soas que lotaram o teatro Tucker no instituto Metodista Bennett, no Rio de Janeiro, no dia 17 de dezembro. A galeria do teatro estava ocupada por membros da Igreja Metodista em Pilares que vestiam uma camisa branca com os dizeres: “Nosso pastor, nosso Bispo. É desse jeito”, estampado no peito.

Conforme o próprio Bispo Paulo Rangel comentou logo após seu sermão baseado no texto de Lucas 34.13-35, que menciona Jesus no caminho de Emaús, seu ministério episcopal é fruto de uma profecia de uma irmã de 83 anos. “Dona Carmelita, há dois anos, profetizou que eu seria Bispo da Igreja Metodista”, disse confiante o Bispo Rangel.

Neide Modesto Esquerdo de São João de Mereti (RJ) está contente com o novo Bispo da Região. “Fiquei muito feliz, porque o bispo Paulo Rangel foi juvenil com minha filha e são muito amigos. Vejo que a Igreja Metodista está crescendo e peço a Deus que abençoe o bispo Paulo Lockmann e o novo Bispo que irá sssumir em janeiro”, disse.

Dalila Seixas está há sete anos em Pilares. “A gente perde um pastor, mas a gente envia um Bispo. É um privilégio muito grande participar desse momento histórico na Igreja Metodista no Brasil e fazer parte dessa geração. Apoiamos o ministério do Bispo Paulo Lockmann e agora o do Bispo Paulo Rangel. Ele tem deixado um legado muito grande em nossa Igreja ao dizer que ‘vidas são mais importantes do que coisas’”, afirmou.

2017_01_paulo_lockmannA Dona Carmelita também é de Pilares e, mesmo profetizando há dois anos sobre a vida do então Pastor Rangel, afirma que não será fácil. “Sou de Pilares (RJ), tenho 83 anos. É um caminho árduo, mas foi Deus que deu esse ministério a ele. A vitória, ele vai ter, mas lutas também. Deus o escolheu, chamou esses homens e mulheres para um ministério específico. Cabe a nós ficarmos orando para que eles possam fazer cumprir a vontade de Deus”, declarou.

O Bispo Paulo Rangel conversou com o Expositor Cristão logo após ser consagrado pelo Colégio Episcopal. “Tenho uma expectativa muito grande de poder contribuir com um serviço de entrega a Deus; de um relacionamento puro e sincero. Sempre vou pedir a orientação a Deus para ter um ministério de fidelidade a Ele. Isso será o maior presente que vou poder dar à 1ª Região”, disse.

O Bispo Rangel destacou também a importância dos membros da Igreja Metodista de Pilares e de outras Igrejas por onde pastoreou que prestigiaram a celebração de consagração.

“Vejo tudo isso que está acontecendo aqui como fruto do trabalho, da entrega, do companheirismo. É aqui que a gente lembra que vale a pena ter estado junto das pessoas nos momentos difíceis da caminhada”, lembrou o Bispo.

O Colégio Episcopal esteve representado pelo atual presidente do CE, Bispo Luiz Vergílio Batista da Rosa, Bispo Adonias Pereira do Lago, Bispo Paulo Lock­mann, que presidiu o Concílio Extraordinário da 1ª RE pouco antes da consagração, Bispa Marisa de Freitas Ferreira, Bispo Carlos Alberto Tavares Alves e Bispo Fabio Cosme da Silva.

Diversas lideranças nacionais, como o presidente do Conselho Superior de Administração (Consad), Paulo Borges, e o diretor-geral da Rede Metodista de Educação, Robson Ramos de Aguiar, aproveitaram a ocasião de uma reunião no Rio e prestigiaram o novo Bispo Paulo Rangel. A Secretária para a Vida e Missão, Pastora Joana D’Arc Meireles, também esteve presente, além dos pastores José Carlos de Souza e Adilson Mazeu, que representaram a Faculdade de Teologia.

José Geraldo Magalhães 
Sara de Paula 
PUBLICADO ORIGINALMENTE NO JORNAL EXPOSITOR CRISTÃO DE JANEIRO 2017

Confira as matérias estendidas, vídeos e álbum de fotos completos clicando aqui.