oracao

O Colégio Episcopal da Igreja Metodista no Brasil, publicou hoje um documento intitulado “Vigília de Clamor e Engajamento”, que conclama metodistas de todo país para realização de um evento nacional no dia 31 de dezembro, das 21h às 05h trazendo desafios aos cristãos e cristãs nesse momento delicado pelo qual o país passa.

O texto traz um chamado ao compromisso e à missão, por um novo tempo para o Brasil e seu povo, e é dividido em três partes: Chorando pelos que sofrem; Enxergando a necessidade e assumindo desafios; Angústia ou Preocupação.

Chorando pelos que sofrem – Ao abrir o manifesto com o texto de Neemias (1.3-5), a pastoral traz o questionamento e resposta que dão o tom ao documento. “O que nos falta? Falta-nos um verdadeiro avivamento que traga quebrantamento e intenso compromisso missionário”, afirma o chamado. O Colégio Episcopal ainda explica que a vigília tem o objetivo de marcar um momento de desafio para que cada metodista e cada igreja local seja diferente. “Sim, começar a viver o evangelho com responsabilidade e compromisso, sendo íntegros, honestos nas pequenas e grandes coisas. A ética, a justiça, a verdade deve começar em cada família, em cada Igreja Local”, explica.

Enxergando a Necessidade e Assumindo Desafios – Um dos principais desafios que o Colégio Episcopal apresenta é a necessidade de um povo que sabe se colocar no lugar do outro, inclusive de indígenas, mulheres violentadas e famílias que perdem crianças e jovens para a violência. “Entre as muitas ações, devemos ser ativos junto aos movimentos sociais que lutam por uma sociedade mais justa”, explicam ao lembrar que uma das marcas do metodismo no mundo, é enxergar o mundo como sua paróquia, conforme ensinado por John Wesley. Os líderes da Igreja Metodista no Brasil ainda ressaltam a importância de agir com responsabilidade em cada manifestação. “De forma ordeira e pacifica, não partidária ou ideológica, devemos nos manifestar, ir para as ruas, marchar não somente Para Jesus, mas a favor de quem Jesus morreu e ressuscitou”, explica o texto.

Concluindo – Angustia ou Preocupação?

Com um convite para que todos e todas desenvolvam uma “inquietante angústia” em relação aos problemas sociais que temos vivido no país, o documento se encerra com o chamado oficial para que todas as Igrejas Metodistas no país realizem o evento em suas Igrejas Locais.

“Como Colégio esperamos ver no dia 31 deste mês, das 21h às 05h, todas nossas Igrejas Locais no território nacional envolvidas nesta Vigília de Clamor e Engajamento num novo tempo para nossa nação e o seu povo”, finalizam, sugerindo que o mesmo evento seja planejado e realizado também na última sexta feira de cada mês em 2017.

No calendário nacional, será incluida portanto a seguinte agenda:

01° Vigília de Clamor e Engajamento – 27 de janeiro
02° Vigília de Clamor e Engajamento – 24 de fevereiro
03° Vigília de Clamor e Engajamento – 31 de março
04° Vigília de Clamor e Engajamento – 28 de abril
05° Vigília de Clamor e Engajamento – 26 de maio
06° Vigília de Clamor e Engajamento – 30 de junho
07° Vigília de Clamor e Engajamento – 28 de julho
08° Vigília de Clamor e Engajamento – 25 de agosto
09° Vigília de Clamor e Engajamento – 29 de setembro
10° Vigília de Clamor e Engajamento – 27 de outubro
11° Vigília de Clamor e Engajamento – 24 de novembro
12° Vigília de Clamor e Engajamento – 29 de dezembro

Confira o documento completo, disponível também para download, publicado no site nacional da Igreja Metodista no Brasil.

Redação EC

Comentários