2016_12_hideide_consagracao
O Colégio Episcopal da Igreja Metodista no Brasil, consagrou mais uma presbítera ao ministério Episcopal no dia 2 de dezembro: Hideide Brito Torres. A nova Bispa recebeu o ato de consagração pelas mãos dos Bispos Adonias Pereira do Lago, Roberto Alves de Souza e da Bispa Marisa de Freitas Ferreira, no templo da Assembleia de Deus, em Cataguases (MG).

Várias lideranças viajaram de longe para prestigiar a celebração que contou com a participação de quase 400 pessoas. “Viemos para apoiar nossa Bispa e dizer a ela que pode contar conosco na caminhada episcopal”, disse o pastor da Igreja Metodista Central de Goiânia, Edinei Berteli Reolon.

A Coordenação Geral de Ação Missionária (Cogeam) também esteve representada. A Pastora Cristiane Capeleti, Secretária do órgão, saiu de São Paulo para prestigiar a Bispa.

“Participar desse ato histórico mostra que nossa Igreja está avançando na questão de gênero”, disse a pastora. Para quem estava mais próximo, na cidade de Juiz de Fora (MG), que fica a pouco mais de 100 km de Cataguases, participar do culto de consagração foi um privilégio. “Ter mais uma Bispa no Colégio Episcopal mostra a pluralidade de nossa Igreja. Não poderia deixar de vir na consagração de uma Pastora que terá muito a contribuir com a Igreja Metodista”.

2016_12_hideide_consagracao2A Bispa Marisa de Freitas Ferreira, segundo ela, “quebrou o protocolo” quando se dirigiu à Bispa Hideide logo após a consagração. “Deus prepara os nossos caminhos. É um tempo difícil e de mudança para a família, principalmente para as duas filhas menores. Sair de Cataguases, uma cidade consideravelmente pequena, para Brasília há uma diferença muito grande, mas certamente Deus irá preparar novas amizades”, disse a Bispa enquanto as duas meninas choravam e oraravam ao mesmo tempo. Um momento que comoveu todas as pessoas que ali estavam.

No sermão da Bispa Hideide, ela meditou na Carta do Apóstolo Paulo em 2 Coríntios 2.14-3.6 para falar de Cartas e Perfumes. “Dizem os entendidos que Paulo, quando escreveu este texto, tinha em mente o desfile romano após uma guerra. O cheiro da vitória emanava dos incensos acesos e das pétalas de flores que o povo lançava sobre os soldados enquanto estes passavam, cansados, exaustos e vencedores, pelas ruas da cidade, apresentando seus troféus da vitória. Assim, Deus nos conduz em triunfo, como soldados que retornam, espalhando por toda a parte o perfume do conhecimento dele”, destacou.

Ao se referir ao cheiro, a Bispa Hideide recordou do cheiro da Santa Ceia quando era pequena e não podia participar. “A igreja inteira cheirava a pão e a suco de uva. Era impossível ficar ali sem aquela presença. Era uma coisa tão significativa que eu acho padaria coisa sagrada. Não consigo comer pão sem a sensação estranha de que, a qualquer modo, vou ouvir as palavras: ‘Este é o meu corpo…'”, disse.

2016_12_hideide_consagracao3

A Bispa concluiu dizendo que talvez o sermão proferido naquela noite não iria impactar e atrair multidões, mas ela queria um sermão que cheirasse vida. “Eu quero viver uma vida intensa, de ser perfume que espalhe cheiro de vida e carta que informe o caminho da salvação. Meu sermão mais importante é a minha vida, na sutileza dos cheiros e palavras do cotidiano, que as pessoas estão lendo silenciosamente ou aspirando sem barulho. Minha tarefa no pastoreio é ser a camisa do meu avô nas mãos da minha avó. Quando a dor da existência for muita, que o meu cheiro traga lembranças boas de um Deus presente. Minha tarefa no pastoreio é ser cheiro de pão de santa ceia na igreja pequena: inspirando saudades do Senhor. Minha tarefa é ser aquela carta de amor nas mãos do saudoso, que lhe lembra a presença da amada. Que na minha vida se encontrem as mãos dos pecadores, das pecadoras, com as mãos do meu Senhor. Eu anseio por uma igreja que não queira fazer seu nome na história, nem ser contada entre os poderosos deste tempo, nem que se conforme a esse século. Uma igreja que queira ser perfume, presente por mais efêmero. Uma igreja que queira ser carta e se deixe ser escrita pelo autor da vida. E no fim de tudo isso, ainda que servos e servas inúteis, considerados pelo Deus da vida como fiéis”, finalizou.

A Bispa Hideide de Brito Torres foi eleita no 20º Concílio Geral da Igreja Metodista em julho desse ano com 151 votos no 6º escritínio. Ela irá presidir, a partir de janeiro de 2017, a 8ª Região Eclesiástica da Igreja Metodista.

O sermão completo da Bispa Hideide Brito Torres você confere aqui!

Veja também como foi a consagração dos Bispos Fabio Cosme da Silva  e do Emanuel Siqueira.

Texto e fotos por José Geraldo Magalhães

Ouça na íntegra o áudio do evento no SoundCloud do Jornal Expositor Cristão.

 

VÍDEO NA ÍNTEGRA DA CONSAGRAÇÃO

CONFIRA O ÁLBUM DE FOTOS DO EVENTO

Consagração Da Bispa Hideíde Brito Torres

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

Comentários