2016_11_fateo_diainternacional

Por ocasião do dia 25 DE NOVEMBRO DIA INTERNACIONAL DA NÃO-VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, estudantes, funcionárias e funcionários, professoras e professores da Faculdade de Teologia reúnem-se para dizer SIM a vida e NÃO a violência.

O Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres no Brasil informa que em 2013 foram registrados 4.762 assassinatos de mulheres, 50,3% foram cometidos por familiares, sendo que em 33,2% destes casos, o crime foi praticado pelo parceiro ou ex-parceiro.

O Mapa da Violência 2015 revela ainda que, entre 1980 e 2013, 106.093 mulheres brasileiras foram vítimas de assassinato. De 2003 a 2013, o número de vítimas do sexo feminino cresceu de 3.937 para 4.762, ou seja, mais de 21% na década.

O Mapa também mostra que a taxa de assassinatos de mulheres negras aumentou 54% em dez anos. Para outra informações acesse a pesquisa na íntegra: Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres no Brasil (Flacso/OPAS-OMS/ONU Mulheres/SPM, 2015)

Quanto ao Estupro, segundo dados do IBGE, a cada ano, cerca de 1,2 milhão de mulheres sofrem agressões no Brasil. Pelas estimativas do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) destas, 500 mil são estupradas, sendo que somente 52 mil ocorrências chegam ao conhecimento da polícia. (Dados apresentados pelo IPEA em 14/05/2015)

Ha muitas pesquisas e análises,… Mas não pode haver silenciamento e sim engajamento e compromisso.

Jesus Cristo nos diz: “eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” (João 10.10b).

A Igreja Metodista, por meio das Sociedades de Mulheres e com o apoio das Sociedades de Homens engajou-se na campanha internacional “Quinta Feira Uso Preto”, uma mobilização semanal visando a conscientização e o enfrentamento da violência contra as mulheres. Para outras informações acesse: http://bit.ly/quintafeirausopreto.

Que o Deus da vida nos guie por caminhos de justiça e dignidade!

Texto: Margarida Ribeiro
Fotos: Arquivo/FaTeo
Publicado originalmente no site da Fateo

Quer nos contar como foi a manifestação da sua Igreja Local, Comunidade ou Grupo Acadêmico nesse dia de enfrentamento á violência contra as mulheres? Escreva para expositorcristao@gmail.com ou acesse o link Contato.