cartazoutubrorosa

A campanha Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos nos anos 90 com o objetivo de incentivar o diálogo sobre o Câncer de Mama. A doença atinge milhares de mulheres e mais de 55 mil foram diagnosticadas em 2016 apenas no Brasil, mas a doença pode ser enfrentada quando a informação chega até as pacientes. Um em cada três casos de câncer pode ser curado quando diagnosticado no início, por isso a campanha traz informações, entre outros meios de prevenção, sobre a importância do autoexame em mulheres.

É importante lembrar que a doença também pode atingir homens, apesar das estatísticas informarem que apenas 1% dos casos são diagnosticados neles.

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) disponibiliza o material completo para divulgação da campanha em 2016, incluindo folders e uma cartilha completa com orientações gerais para entender o problema. O material traz a explicação sobre fatores que podem influenciar no desenvolvimento da doença. Confira abaixo:

laco_rosaO que causa o câncer de mama?

Não há uma causa única. Diversos fatores estão relacionados ao câncer de mama. O risco de desenvolver a doença aumenta com a idade, sendo maior a partir dos 50 anos. Comportamentais/ambientais Obesidade e sobrepeso após a menopausa. Sedentarismo (não fazer exercícios). Consumo de bebida alcoólica. Exposição frequente a radiações ionizantes (raios X, mamografia e tomografia).

Fatores de risco
Comportamentais/ambientais
Obesidade e sobrepeso após a menopausa.
Sedentarismo (não fazer exercícios).
Consumo de bebida alcoólica.
Exposição frequente a radiações ionizantes (raios X, mamografia e tomografia).

História reprodutiva/hormonais
Primeira menstruação (menarca) antes de 12 anos.
Não ter tido filhos.
Primeira gravidez após os 30 anos.
Não ter amamentado.
Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos.
Ter feito uso de contraceptivos orais por tempo prolongado.
Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

Hereditários/genéticos

História familiar de:
• Câncer de ovário.
• Câncer de mama em homens.
• Câncer de mama em mulheres, principalmente antes dos 50 anos.

Como a igreja pode ser envolver?

O site do INCA ainda disponibiliza outras informações, materiais para impressão e vídeos que podem ser usados em reuniões para abrir o debate com as mulheres na sua Igreja Local. Marque uma reunião com sua comunidade e prepare um ambiente seguro para todas compartilharem suas dúvidas e até suas histórias relacionadas ao Câncer de Mama. Se tiver acesso, convide especialistas sobre a saúde da mulher em clínicas, unidades de saúde ou hospitais da comunidade para levar ainda mais informação.

Lembre-se que ao utilizar o laço rosa entre as mulheres da igreja ou no templo, você também reforça a identidade da campanha e leva a informação de que a comunidade pode encontrar respostas sobre o problema naquele lugar.

Confira abaixo os links para baixar e solicitar o material:

Acesse aqui para baixar os materiais

Acesse aqui e saiba como solicitar o material impresso para um evento

Baixe a cartilha do INCA em PDF

COMPARTILHE TAMBÉM A INFORMAÇÃO NA PÁGINA DA IGREJA METODISTA NO  BRASIL E TRAGA MAIS CRISTÃOS/ÃS PARA ACOMPANHAR ESSA INFORMAÇÃO E REFORÇAR A CAMPANHA EM SUAS IGREJAS.

Redação EC com informações do INCA

Comentários