Vera Lúcia no Sesc Costurando Vidas | Crédito: Cássia Segregrio/Sesc

Vera Lúcia no Sesc Costurando Vidas | Crédito: Cássia Segregrio/Sesc

A parceria realizada entre a Igreja Metodista Bela Aurora na cidade de Juiz de Fora (MG) e o Sesc, produziu grandes resultados. O grupo de 30 mulheres, formado por moradoras vizinhas à igreja, foram submetidas a terapias de ludicidade que estimulavam a criatividade, identificação e diversidade nas criações.

Arquivo | Metodista Bela Aurora

Arquivo | Metodista Bela Aurora

O projeto propõe a discussão de temas sociais e geração de renda através da confecção de bonecas de pano, tornando-se assim, um espaço de reflexão sobre os problemas enfrentados em vários contextos sociais, ao mesmo tempo em que capacita estas mulheres para alternativas de geração de renda. A parceria produziu grandes resultados.
À Assistente de Serviços Sociais do Sesc, Renata Aparecida F. Silva, responsável pela execução do projeto na Igreja Metodista explica o projeto. “Nos primeiros encontros, elas confeccionam duas bonecas, sendo que uma elas levam e a outra fica com a gente, e essa vai ser doada para instituições que estão inscritas na Rede Social do Sesc”, disse.

Sobre os resultados práticos obtidos pelo projeto, Renata afirma que “a melhora na autoestima” das mulheres é o fator que mais impressionou durante os quinze dias de trabalhos realizados na Igreja. A Psicóloga Priscila Moreira, membro da Igreja Metodista Bela Aurora reiterou que neste modelo apresentado pelo Projeto as pessoas são conduzidas a refletir sobre conceitos impostos pela sociedade e que antes acabavam sendo assimilados sem nenhuma reflexão.

 

Arquivo | Metodista Bela Aurora

Arquivo | Metodista Bela Aurora

Lilian Rocha e Shirley A. Fonseca, também membros da Igreja, acompanharam todas as etapas do Projeto e perceberam o quanto este momento foi especial e transformador na vida de cada uma destas mulheres. “Em uma das dinâmicas, mandaram a gente escolher dizer se se achava bonita, feia ou normal. Aí, a partir das escolhas, foi mostrado que não existe bonita nem feia; todos nós somos normais. A gente foi descobrindo que cada um tem o seu valor e sua virtude, o que é muito maior do que um estereótipo de beleza criado” compartilhou Lilian.

.

A Igreja Metodista Bela Aurora, entende-se desafiada a cada dia no desenvolvimento deste ministério transformador de vidas que o Evangelho de Cristo nos tem dado. “Somos Igreja Missionária a serviço do Povo, a cada dia cresce a influência de nosso contato com nossos vizinhos e a comunidade ao entorno. Muito em breve, este bairro será a nossa paróquia!”, disse o pastor local Jovanir Lage.

Redação EC