paraolimpicos

Verônica Hipólito e Matheus Evangelista são nomes de destaque na equipe brasileira (Foto: CPB-MPIX/Daniel Zappe)

Faltam 15 dias para o início das Paralimpíadas Rio 2016, com a data de abertura marcada para o dia 7 de setembro, também com a cerimônia no Maracanã. Os jogos para pessoas com deficiência trouxeram questionamentos sobre quem identificamos como nossos maiores medalhistas. Confira o vídeo abaixo e tente responder:

A surpresa dos convidados é visível ao descobrir, por exemplo, que o atleta que possuí 24 medalhas em mundiais de natação, sendo 15 de ouro não é Gustavo Borges ou César Cielo, mas André Brasil, diagnosticado com poliomelite por reação vacinal. Um dos 278 atletas da delegação brasileira. “Em nenhum momento imaginei que era um atleta paralímpico”, diz uma das convidadas da campanha #CarregoNoPeito.

#TemQueIr também é uma das hashtagsusadas para motivar o público a comparecer no evento. Além de ser uma oportunidade para prestigiar a superação dos nossos atletas, é possível também conhecer as instalações dos Parque Olímpicos no Rio de Janeiro.

O IPC compartilhou recentemente na página oficial da organização dos jogos. que tem enfrentado problemas com o corte de orçamento, mas garante que o evento ocorrerá conforme o planejado apesar disso.

paraolimpicos2

Atletas que em brigarão por medalhas posam para foto oficial (Foto: CPB-MPIX/Daniel Zappe)

“Confio que o Rio 2016 será a melhor edição de Jogos Paralímpicos em termos de performance esportiva. Basta olhar para alguns dos feitos do atletas nos últimos dois anos para perceber que testemunharemos competições incríveis. Acredito que a performance dos atletas servirá como catalisador de mudanças sociais. Os Jogos Paralímpicos têm um histórico de possibilitar mudanças globais com relação às pessoas com deficiência, e agora, são reconhecidamente o evento esportivo número um em capacidade de gerar mudanças sociais e inclusão. A oportunidade que temos aqui de fazer o Rio, o Brasil, a América Latina e o mundo um lugar mais igualitário não aparece frequentemente e, por isso, devemos agarrar esta oportunidade com as duas mãos”, disse Sir Philip Craven, presidente do IPC.

Nos Jogos Paralímpicos de Londres, o Brasil somou 21 medalhas de ouro, e pretende alcançar o TOP 5 no ranking dessa edição.

Com ingressos a partir de R$ 10,00, você pode realizar a compra direto pelo site oficial da Rio 2016. Acesse aqui e apoie esse time.

 

Escrito por Sara de Paula | Repórter EC