2016_05_terremoto_equador

Um terremoto de magnitude 7.8 na escala Richter atingiu o Equador no dia 16 de abril e deixou, até o fechamento desta edição, 654 mortos/as, 58 desaparecidos/as e pelo menos 12,5 mil pessoas feridas. Os tremores foram sentidos em todo o país.

O bispo da Igreja Metodista no Equador, Silvio Cevallos, conversou com a equipe do Expositor Cristão e explicou que eles/as farão o possível para buscar ajuda humana e financeira. “Nestes tempos de crises, estamos solicitando ajuda econômica a todas as igrejas irmãs, para que possamos ajudar as zonas afetadas onde estão nossas igrejas”, conta o bispo que agradece pela preocupação dos/as irmãos/ãs brasileiros/as.

O terremoto começou às 18h58 (20h58 em Brasília) no noroeste do Equador e foi sentido em todo o país. As equipes de socorro só conseguiram chegar às áreas mais afetadas depois de um dia.
A Cruz Vermelha, igrejas e entidades em geral se mobilizaram para ajudar os/as feridos/as e desalojados/as e se organizaram na arrecadação de doações que circulam por diversas cidades.
O bispo Cevallos emitiu uma nota oficial sobre a situação da igreja, publicada pela Agência de Comunicação da Igreja Metodista Unida, que compartilhou o conteúdo em Espanhol. O bispo Cevallos pede para que as igrejas continuem sustentando o país em oração.

A Igreja Metodista no Brasil prestou solidariedade aos/às irmãos/ãs equatorianos/as. Veja mais detalhes em www.metodista.org.br.

Como podemos ajudar o Equador?

O Comitê Metodista Unido para atenção de Emergências (UMCOR) tem recebido solicitações de ajuda da Igreja Evangélica Metodista Unida do Equador para atender às necessidades da população equatoriana, na contingência gerada pelo terremoto do último dia 16 de abril.

Acesse o link para abrir a página com o fundo estabelecido pela UMCOR e fazer sua doação: https://goo.gl/OEW1tl

Escrito por: Redação EC