A Comissão que acompanha o processo de injúria racial, episódio que ocorreu no 1º Concílio Regional da 7ª Região Eclesiástica, entre os dias 10 e 13 de dezembro de 2015, informou que o Promotor já foi nomeado para acompanhar o caso. Essa comissão será transformada em Comissão de Disciplina. Acredita-se que até o final de março o caso tenha sido encerrado. O prazo máximo estabelecido nos Cânones é de até 90 dias contados do recebimento da queixa, podendo ser prorrogado por mais 30. O Expositor Cristão ouviu todas as pessoas envolvidas na ocasião. Leia a matéria completa aqui.