Frente da Igreja Metodista em Maceió

A Igreja Metodista do Brasil está presente no Nordeste há mais de 60 anos; alcançou todas as capitais da Região e continua avançando. Apesar de algumas tentativas anteriores, não havia em Maceió a presença da nossa comunidade de fé. Essa realidade tem mudado, por isso agradecemos a Deus pela oportunidade de espalhar as sementes do Evangelho de Cristo. Desafiada, designada pela REMNE, com o coração cheio do amor de Deus e sem conhecer ninguém, cheguei a essa cidade com o objetivo de atender ao IDE do Senhor. Uma força adicional veio do fato de receber a cura de uma enfermidade na cabeça após a realização de três cirurgias. O tempo e a vida não devem ser desperdiçados. O Reino de Deus deve ser anunciado! A Missão da REMNE é “Participar da ação de Deus no seu propósito de salvar o mundo, particularmente o povo do Nordeste”. Essa, portanto, é hoje a nossa missão. A ênfase do trabalho aqui desenvolvido é o discipulado, sob a ótica dos relacionamentos. No Novo Testamento, há algumas palavras que nos ajudam a entender o que significa discipulado1: Akoloutheo, Mathetés e Mimeomai. É essa a nossa diretriz.

Akoloutheo (seguir) – indica a ação de um homem que responde à chamada de Jesus, e cuja vida recebe novas diretrizes em obediência. Aparece 56 vezes nos Evangelhos Sinóticos, 14 vezes em João, 3 vezes em Atos, 1 vez em Paulo e 6 vezes em Apocalipse.
Mathetés (discípulo) – é alguém que ouviu o chamado de Jesus e se torna Seu seguidor. Um homem é chamado de Mathetés quando se vincula a outra pessoa a fim de adquirir conhecimento prático e teórico.
Mimeomai (imitar) – enfatiza principalmente a natureza de um tipo específico de comportamento, modelado em outra pessoa.

As primeiras reuniões aconteceram no apartamento que acolhe a missão. Depois alcançou outros edifícios e salões, e também aconteceram em um hotel da cidade. Atualmente as reuniões de discipulado são realizadas às quintas-feiras numa residência. “Sinto-me fortalecida e restaurada quando participo dos cultos. Ouvir a Palavra de Deus tem abençoado a minha vida”, diz Sandra Barbosa, frequentadora assídua dos cultos na Igreja. Para Florimeire Leal, as reuniões de discipulado “dão ensinamentos valorosos e orientações que me deixam capacitada a tomar decisões baseadas nos valores de Deus”. Ela agradece e diz que a presença desta Igreja tem somado na vida dela e de outras pessoas.

O trabalho em Maceió é apoiado pela Secretaria de Expansão Missionária Regional, por algumas Igrejas Metodistas no Brasil, por irmãos e irmãs de coração voluntário e pela Confederação Metodista de Homens, que nesta nova composição tem se esforçado para reafirmar a sua adesão. Utilizamos, além dos cultos e reuniões, outras estratégias para a proclamação do Reino. Algumas são mais comuns e outras são pouco usuais. Aproveitamos as filas longas, os restaurantes cheios como oportunidades de criar laços e divulgar a Palavra. Festas temáticas como a “Noite do Fondue” ou “Metocook” são pretextos para ampliar o círculo de amizades e consolidar os ensinamentos já ministrados.

O “Metocook” é uma maneira lúdica de falar do amor de Deus às crianças. Numa das suas edições, em meio à exibição de um filme, louvores e brincadeiras, ensinamos as crianças a fazer cupcakes. Numa outra edição, abençoamos um abrigo de crianças em situação de risco. Realizamos também uma oficina de Bolas de Pachwork, direcionada para pessoas que gostam de artesanato. Fomos presenteados/as pela irmã Elizabete Soares, da Igreja Metodista em Vila Isabel/RJ, que nos trouxe todo o material e compartilhou a técnica aprendida.

Participamos semanalmente de um curso de Libras, que tem como proposta facilitar a inclusão e, ao mesmo tempo, aumentar o eco na proclamação das Boas-Novas do Reino. Gravamos alguns vídeos com informações sobre a Linguagem Brasileira de Sinais e já iniciamos o lançamento na nossa Fanpage no Facebook. Somos seguidores/as de Cristo e imitamos os passos de John Wesley. Procuramos interferir e alterar a realidade da sociedade na cidade em que vivemos. Agregamos força junto a duas ONGs. Uma delas compartilha informações sobre o AVC, na tentativa de diminuir a incidência desse problema de saúde tão sério. Já participamos da realização do Primeiro Simpósio Alagoano de AVC, direcionado para profissionais da área de saúde.

A outra ONG socializa informações sobre os sinais que indicam comportamento suicida. Apoiamos esse trabalho desde meados de 2015. Na tentativa de minimizar as necessidades de algumas pessoas, distribuímos cestas básicas. Apesar de termos um grupo pequeno e poucos recursos, não podemos ficar alheios/as a essas carências.

Igreja Metodista em Maceió
Cultos: Domingos, às 18h
Local: Hotel Enseada, localizado na Rua Dr. Antônio Gouveia, 171 – na orla de Pajuçara

Nos Caminhos da Missão… | Evangelista Evanise Queiroga Câmara