O 42º Concílio Regional da Segunda Região Eclesiástica aconteceu entre os dias 3 e 6 de dezembro de 2015, no Centro de Eventos Mariápolis, na cidade gaúcha de São Leopoldo. Em um processo tranquilo e debaixo de oração, os/as 176 delegados/as elegeram os candidatos ao episcopado. Os eleitos para compor a lista tríplice foram os pastores Cláudio Nelson Kiehl, Geovanilson Rodrigues e Flávio Antunes.

Grupo no Concílio Regional 2° RE

Grupo no Concílio Regional 2° RE

A lista foi acrescida com o nome do bispo Luiz Vergílio Batista da Rosa, que se declarou candidato à reeleição. O anúncio foi recebido com grande alegria e ovacionado por todos/as os/as presentes, que ficaram em pé na plenária, para glorificar a Deus pela decisão. Foi aprovada pelo 42º CR uma moção, proposta pelos Superintendentes Distritais, de apoio à reeleição do Bispo Luiz Vergílio, além de encaminhar um pedido ao 20º Concílio Geral para reconduzi-lo a sua respectiva região, a qual já preside há 15 anos, caso seja reeleito. O bispo Adriel de Souza Maia (editor de no Cenáculo), o presidente da Terceira Região Eclesiás­tica, bispo José Carlos Peres, e o Secretário Executivo do Colégio Episcopal, bispo Stanley da Silva Moraes, também participaram.

Sexta Região

O 33º Concílio Regional da Sexta Região Eclesiástica aconteceu no início de dezembro (de 3 a 6), em Maringá/PR. O conclave foi instalado com a presença de 179 membros votantes e 9 não votantes. Foram eleitos no primeiro escrutínio os pastores Fernando Cesar Monteiro e Jonadab Domingues de Almeida. O pastor Emanuel Adriano Siqueira da Silva foi eleito no quinto escrutínio. Ao final das eleições, o bispo João Carlos Lopes informou que também está se candidatando à reeleição. Na palavra, o bispo João Carlos, na abertura do Concílio, enfatizou a importância do conclave. “Este Concílio Regional marca o cinquentenário da criação da Sexta Região no Concílio Geral em julho de 1965″, lembrou. O relatório apresentado pelo bispo João Carlos teve como destaque o crescimento da região de 11,74% no número de membros que chegou a quase 30 mil membros (29.895).

A plenária aprovou na sessão do dia 4 de dezembro a autonomia de seis Campos Missionários que agora são Igrejas autônomas: Rio Bonito do Iguaçu, Jaguaraíva, Vila Reis, em Apucarana, Vila Ribeiro, em Santo Antônio da Platina, Jundiaí do Sul e Rancho Alegre. O ato aconteceu após momentos de grande emoção com os depoimentos e testemunhos dos/as pastores/as e leigos/as das igrejas. O plenário do Concílio, reunido no templo da Igreja Metodista Central de Maringá, aplaudiu de pé os pedidos, e o bispo João Carlos orou pelas igrejas, seus membros e cidades. Também estavam presentes o bispo Adonias Pereira do Lago (presidente do Colégio Episcopal), pastor superintendente David Hinchliffe (Reino Unido, Inglaterra), bispo Pedro Araus (Panamá), pastor Eliel Cordeiro Silvestre (titular da Igreja Metodista Central em Maringá) e os membros da Coream.

Sétima Região

O culto de abertura do 1º Concílio Regional da Igreja Metodista na 7ª Região Eclesiástica foi marcado pelo entusiasmo e alegria dos/as conciliares na Escola de Missões, em Teresópolis/RJ. O conclave ocorreu entre os dias 10 e 13 de dezembro. O segundo dia do conclave começou com a eleição da lista tríplice de indicação ao Concílio Geral. Após 33 escrutínios, foram indicados/a como candidatos/a ao episcopado pela Sétima Região os/a seguintes pastores/a: Nelson Magalhães Furtado (211 votos), Elson Amaral Brum (206 votos) e Carla Simone Ferreira Alves (217 votos). A eleição ocorreu por meio de votação eletrônica.

Grupo no Concílio Regional 7° RE

Grupo no Concílio Regional 7° RE

Durante o Concílio, o bispo expressou seu desejo de concorrer ao episcopado, e o superintendente missionário, pastor Carlos Alberto de Oliveira Queiroz, apresentou proposta encaminhada pelo ministério de apoio ao episcopado (MAE) de que o bispo Paulo Lockmann, caso seja eleito no Concílio Geral, fique na 7ª RE. A proposta foi aceita com aplausos e aprovada por unanimidade pelos/as delegados/as. No penúltimo dia do 1º Concílio Regional da Sétima Região, um ato de injúria racial sofrido pelo pastor Bruno Roberto Pereira dos Santos ameaçou o bom andamento dos trabalhos. O episódio, no entanto, foi imediatamente repudiado pelos/as conciliares (confira nas páginas 8 e 9). O bispo Paulo Lockmann, presidente de Concílio, publicou um comunicado informando que a Sétima Região Eclesiástica havia acolhido solidariamente a denúncia apresentada contra o ato que, no calor da emoção, foi tratado como racismo.

O bispo destacou também que a Igreja no Estado do Rio de Janeiro é pioneira na luta contra discriminação racial por meio da Pastoral de Combate ao Racismo, que já existe há mais de 30 anos. No entanto, ele reconhece que tudo que já foi e tem sido feito ainda não é o bastante. “Pretendo, como bispo, partir para ações mais diretas contra esta chaga social que macula há séculos a sociedade brasileira, fazendo com que a maioria da população carcerária seja composta de negros e a maioria nas nossas universidades públicas, de brancos”, declarou. Ao final, informou que a Comissão de Investigação e Conciliação irá cuidar do processo disciplinar ao qual será submetido o autor do reprovado ato.

Remne

O 19° Concílio Regional Remne aconteceu entre os dias 27 e 29 de novembro, no Vela Branca Praia Hotel, em Recife/PE. Com o objetivo de rever as ações dos dois últimos anos e projetar a caminhada da Igreja para o próximo biênio, estiveram reunidos convidados/as da Área Nacional, delegados/as, pastores/as e presbíteros/as da Região, além da bispa Marisa de Freitas, do bispo Luiz Vergílio e do bispo honorário Geoval Jacinto. No culto de abertura, o bispo emérito Geoval Jacinto, ao lado de sua esposa, Vera Maria, falou sobre o trabalho desenvolvido na cidade de Petrolina/PE, onde residem atualmente. No início da noite, o irmão Sebastião Castro, da 1ª Região Eclesiástica, fez a apresentação de um modelo de gestão com foco em resultados, liderança competente, interligação entre as partes e boa rotina. O rev. Dilson Soares, coordenador regional de Expansão Missionária, apresentou a proposta de autonomia financeira da Remne. Alguns conciliares pediram a palavra e debateram sobre os desdobramentos da aprovação da proposição, que tornaria os Estados do Ceará, Maranhão e Alagoas em campos missionários. A proposta foi aprovada pela maioria dos/das presentes e será enviada ao Concílio Geral, que acontece no próximo ano.

Os/As conciliares trouxeram o pedido de autonomia da Congregação em San Martin, no Recife. O SD Samuel Luiz, o pr. Porto Júnior e a evangelista Socorro Freire emocionaram os/as presentes com o testemunho do trabalho realizado no bairro, e a proposta foi aprovada por unanimidade. Já se aproximava da meia-noite quando foi fechada a lista tríplice dos presbíteros da Remne que concorrerão ao episcopado. Foram eleitos os pastores Dilson Soares, com 36 votos, eleito no primeiro escrutínio; André Nunes, com 28 votos, eleito no primeiro escrutínio, e Porto Júnior, com 30 votos, eleito no quarto escrutínio. A bispa Marisa de Freitas confirmou que irá concorrer à reeleição.

Rema

Grupo no Concílio Regional REMA

Grupo no Concílio Regional REMA

Nos dias 26 a 28 de novembro a Região Missionária da Amazônia (Rema) realizou seu V Concílio Regional na cidade de Porto Velho/RO. Ao todo foram 53 votantes que participaram das eleições. O bispo Paulo Lock­mann (1ª Região) e o bispo do Peru, Samuel Aguiar Curei, participaram do conclave. Os/a pastores/a Pedro Jorge Magalhães, Luciana Soares Rêgo e Dimanei da Silva Lisboa que irão concorrer ao episcopado foram eleitos no 1º escrutínio, 8º e 13º, respectivamente, com 31, 30 e 28 votos. Três novas Igrejas receberam autonomia no Amazonas. A Igreja Metodista em Manaquiri, em Etelvina, e no bairro Alfredo Nascimento, em Manaus/AM.

Os/As conciliares também elegeram mais duas aspirantes ao presbiterado como presbíteras da Igreja Metodista: Patrícia Michele Hermes Lemos e Susana Fontoura Dias.
“Depois de cuidadoso exame entendemos que as irmãs estão devidamente aptas para assumir este compromisso. Que Deus as abençoe”, disse o Bispo Carlos Alberto. O Bispo Paulo Lockmann fez uma reflexão em Ezequiel 34 e I Timóteo 3.

Informações das Sedes Regionais: 2ª, 6ª, 7ª, Remne e Rema